Benutzereinstellungen

Neue Veranstaltungshinweise

Mashriq / Arabia / Iraq

Es wurden keine neuen Veranstaltungshinweise in der letzten Woche veröffentlicht

Kommende Veranstaltungen

Mashriq / Arabia / Iraq | Imperialismo / Guerra

Keine kommenden Veranstaltungen veröffentlicht

A Revolução de Rojava defendeu o mundo, agora o mundo vai defender a Revolução de Rojava!

category mashriq / arabia / iraq | imperialismo / guerra | comunicado de imprensa author Wednesday January 05, 2022 00:04author by Várias organizações anarquistas Report this post to the editors

Embargo, corte de fontes de água e ataques aéreos contra civis foram alguns dos crimes de guerra cometidos pelo Estado fascista turco ao longo deste ano contra a revolução em Rojava.
interrojavapt.png

Enquanto enfrenta a crise política e econômica interna, o governo Erdogan tem que aceitar o fracasso das operações militares nas montanhas do Curdistão, apelando para o uso de armas químicas, em face da resistência das guerreiras e guerreiros curdos da revolução.

A intensificação dos ataques em outubro passado, os panfletos lançados de aviões e os recentes movimentos de tropas ameaçam uma nova invasão dos territórios autônomos no Norte e Leste da Síria.

Neste momento delicado, queremos reafirmar nossa solidariedade com nossas e nossos companheiras/os revolucionárias/os e com todos os povos de Rojava e condenar mais uma vez a ocupação de Rojava, as múltiplas agressões e crimes de guerra do Estado turco neofascista e seus aliados jihadistas, assim como seus preparativos para a guerra.

A Revolução Rojava, que está prestes a celebrar 10 anos, junto com as montanhas curdas livres, representa não apenas uma alternativa popular democrática e federalista para o Oriente Médio, mas para os povos do mundo.

Neste século XXI de crise econômica, social e ecológica, em um mundo transformado em uma junta de grandes potências e capitais para a especulação financeira; a luta e a criação de projetos de uma sociedade diferente têm um papel estratégico global. A revolução de Rojava, com suas fortes raízes na luta das mulheres, o aprofundamento da democracia com ampla participação popular e a proteção do meio ambiente, é um exemplo revolucionário destes tempos dos quais os povos do mundo devem aprender.

Não é uma coincidência que desde seu início milhares de pessoas em todo o mundo tenham se levantado em solidariedade com a heróica resistência de Kobanê contra as forças fascistas do ISIS.

ISIS, um grupo criminoso, obscurantista e fascista, cuja criação foi facilitada pela desastrosa intervenção militar estadunidense no Iraque, pelo financiamento e apoio da Arábia Saudita, e que tem o apoio ideológico e tático do Estado turco, e cujos combatentes foram reciclados como mercenários para as invasões de Afrin e Serekanyie, e agora se preparam para invadir a Rojava como uma força paramilitar do exército turco.

A guerra ocorrida na Síria não é apenas um conflito entre zonas de influência de diferentes potências, é também um conflito entre projetos sociais antagônicos. Em Rojava está em curso um processo revolucionário, no qual o povo curdo e seus aliados são os protagonistas, com suas conquistas e limitações, mas um processo de transição para uma sociedade socialista que luta contra todas as estruturas de dominação da atual sociedade capitalista.

Enquanto os povos do Norte e Leste da Síria resistem e lutam, os povos do mundo devem contribuir solidariamente por todos os meios necessários, apoiando o povo curdo e outros povos que se levantam contra a injustiça e a agressão imperialista.

Condenamos qualquer tentativa de agressão do Estado turco ou qualquer outro Estado contra os povos de Rojava, suas organizações e sua experiência social e democrática baseada em um forte protagonismo popular de caráter confederalista.

ABAIXO À AGRESSÃO IMPERIALISTA TURCA!
VIVA A RESISTÊNCIA DOS POVOS DE ROJAVA!
ARRIBA LOS Y LAS QUE LUCHAN!

★Luta Anarquista (Rojava)
★Coordenação Anarquista Brasileira
★Federação Anarquista Uruguaia
★Federação Anarquista de Rosário (Argentina)
★Organização Anarquista de Córdoba (Argentina)
★União Comunista Libertária (França)
★Embat -Organização Anarquista da Catalunha
★Alternativa Libertária / Federação Comunista Anarquista (Itália)
★Federação Anarquista da Grécia (Grécia)
★Roja y Negra – Organização Política Anarquista (Argentina)
★Organização Socialista Libertária (Suíça)
★Die Plattform (Alemanha)
★Ação Libertária (Suiça)
★Aotearoa Workers Solidarity Movement (Nova Zelândia)

Verwandter Link: http://cabanarquista.org/2021/12/07/internacional-a-revolucao-de-rojava-defendeu-o-mundo-agora-o-mundo-vai-defender-a-revolucao-de-rojava/
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch

Hauptseite

Le vieux monde opprime les femmes et les minorités de genre. Leur force le détruira !

Against Militarism and War: For self-organised struggle and social revolution

Declaração anarquista internacional sobre a pandemia da Covid-19

La révolution du Rojava a défendu le monde, maintenant le monde doit défendre la révolution du Rojava!

Anarchist Theory and History in Global Perspective

Trans Rights is a Class Issue

Capitalism, Anti-Capitalism and Popular Organisation [Booklet]

AUKUS: A big step toward war

Reflexiones sobre la situación de Afganistán

Αυτοοργάνωση ή Χάος

South Africa: Historic rupture or warring brothers again?

Declaración Anarquista Internacional: A 85 Años De La Revolución Española. Sus Enseñanzas Y Su Legado.

Death or Renewal: Is the Climate Crisis the Final Crisis?

Gleichheit und Freiheit stehen nicht zur Debatte!

Contre la guerre au Kurdistan irakien, contre la traîtrise du PDK

Meurtre de Clément Méric : l’enjeu politique du procès en appel

Comunicado sobre el Paro Nacional y las Jornadas de Protesta en Colombia

The Broken Promises of Vietnam

Premier Mai : Un coup porté contre l’un·e d’entre nous est un coup porté contre nous tou·tes

Federasyon’a Çağırıyoruz!

Piştgirîye Daxuyanîya Çapemenî ji bo Êrîşek Hatîye li ser Xanîyê Mezopotamya

Les attaques fascistes ne nous arrêteront pas !

Les victoires de l'avenir naîtront des luttes du passé. Vive la Commune de Paris !

Contra la opresión patriarcal y la explotación capitalista: ¡Ninguna está sola!

Mashriq / Arabia / Iraq | Imperialismo / Guerra | Comunicado de imprensa | pt

Thu 19 May, 00:22

browse text browse image

460_0___30_0_0_0_0_0_oabubakralbaghdadi570.jpg imageO que nós pensamos sobre a atual crise no Iraque? 14:00 Sun 17 Aug by KAF (Fórum Anarquista do Curdistão) 0 comments

A crise do Iraque já se arrasta há décadas. Tanto o regime Saddam Hussein tanto quanto sob a atual "democracia", desde a invasão de 2003, não há liberdade, justiça social, igualdade e há poucas perspectivas para aqueles que são independentes aos partidos políticos no poder. Além da brutalidade e discriminação contra as mulheres e as minorias, um grande abismo foi criado entre os ricos e os pobres, fazendo com que os pobres ficassem cada vez mais pobres e os ricos mais ricos.

textLIBANO: uma falsa paz entre uma guerra interrompida e aquela que se anuncia 07:33 Sat 02 Sep by Federazione dei Comunisti Anarchici 0 comments

Os exércitos europeus estão em vias de se posicionarem no Sul do Líbano – sob a bandeira da ONU, em nome da UE e da NATO - fiando-se em que o Tsahal (exército de Israel) retire as suas tropas e navios, e recolha os aviões aos hangares.

imageSolidariedade Com Rojava Diante Da Guerra E Da Pandemia! Apr 16 by vários 0 comments

O Covid-19, que colocou inúmeras cidades em quarentena e paralisou setores econômicos inteiros, não deteve a contínua guerra suja do Estado turco e seu aliado Daesh contra as populações do norte da Síria, que precisam seguir se defendendo sem nenhuma trégua, assim como é visível o assédio latente do Estado sírio, promovido pelo projeto de hegemonia regional da Rússia, usando a zona como cenário de enfrentamento ao imperialismo estadunidense.

Agora as populações no norte da Síria também têm que lutar contra a propagação contínua do vírus em sua região. A Administração Autônoma de Rojava está enfrentando esse outro perigo em uma frágil situação pela dificuldade de manter seu sistema sanitário em meio ao conflito bélico. Neste momento, todas as organizações populares deveriam agir dentro de suas possibilidades para contrapor a guerra e proporcionar ajuda aos povos curdo, árabe e assírio, respeitando suas autonomias e o direito à autodeterminação de seus territórios. Diante do silêncio cínico e hipócrita dos Estados e das burguesias, nós, anarquistas do mundo, reiteramos mais uma vez toda a nossa solidariedade internacionalista e a partir de baixo com a Revolução de Rojava, para que ela triunfe sobre a pandemia do vírus e da guerra.

De fato, quem continua uma guerra enquanto, ao mesmo tempo, os serviços de saúde do mundo estão saturados por culpa da epidemia de Covid-19, são duplamente criminosos.

Abaixo todas as guerras!
PELA VIDA E A LIBERDADE! VIVA ROJAVA!

imageThomas Friedman e a desinformação da “burrice” Jan 16 by BrunoL 0 comments

No dia 03 de janeiro de 2020 ainda antes da resposta iraniana ao ato terrorista autorizado pelo presidente do Império Donald Trump, o célebre articulista e ex-editor do New York Times, Thomas Friedman, produziu um artigo de opinião que correu o mundo ocidentalizado. O título em inglês é “Trump kills Iran’s most overrated warrior”. E a linha de apoio afirma. “Soleimani pushed his country to build na empire, but drove it into the ground instead”. (neste link: https://www.nytimes.com/2020/01/03/opinion/iran-general-soleimani.html)

imageO atentado contra o general Soleimani e as mudanças no cenário do Oriente Médio Jan 08 by BrunoL 0 comments

O ataque com drone realizado pelos Estados Unidos no Iraque, ocorrido no dia três de janeiro de 2020 incendiou o Oriente Médio, abrindo maiores possibilidades a respeito da escalada das tensões entre a República Islâmica do Irã e os Estados Unidos da América. Isso aconteceu pelo fato de entre as vítimas do ataque, estar o tenente-general Iraniano Qassem Soleimani, chefe da Guarda Revolucionária do Irã (IRGC) e da Força Qods (conhecida como Força Expedicionária, destacamento da Guarda revolucionária responsável por operações no exterior) assim como o comandante das Forças de Mobilização Popular (PMU da sigla em inglês, al-Hashdi ash-Sha’bi), Abu Mahdi al-Muhandis, uma das mais importantes milícias iraquianas, estabelecida para garantir o recrutamento massivo inter-étnico e inter-religioso.

imageRecortes e apontamentos sobre a invasão otomana-salafista iniciada em outubro 2019 contra Rojava e a... Oct 20 by BrunoL 0 comments

As palavras que seguem procuram fazer uma “abordagem compreensiva”, como uma análise mais de corte teórico, com aportes ideológicos para além da geopolítica clássica aplicada no Oriente Médio. Tampouco quero reproduzir a trama no Sistema Internacional em si. Como alguém que estuda a região há três décadas, sem contar com o envolvimento no apoio político às causas da Unidade Árabe, Libertação da Palestina (dois povos, dois Estados), soberania política do Líbano (país de meus ancestrais paternos) e direito e reconhecimento de etnias sem território e minorias perseguidas, tenho o cuidado de ao menos aportar informação precisa e conceitos com o rigor necessário para interpretar os fenômenos. Este texto também pode ser lido como um manifesto CONTRA uma visão orientalista da região, essencialista do fenômeno do islã político e utilitária dos destinos dos povos.

imageIsrael/Palestina: Os bastidores do presente conflito Jul 30 by Ilan S. 0 comments

O Egipto insiste em dissolver o domínio da ramificação da Irmandade Muçulmana que constitui o Hamas na Faixa de Gaza. Israel "só" quer sabotar a cedência / compromisso do Hamas junto da Autoridade Palestiniana na Cisjordânia. O contexto político relevante para a situação actual começa em Novembro de 2012 com o acordo entre Israel e o Hamas promovido pelo Egipto (sob a «chancela» de Hillary Clinton). [English]

more >>

imageO que nós pensamos sobre a atual crise no Iraque? Aug 17 0 comments

A crise do Iraque já se arrasta há décadas. Tanto o regime Saddam Hussein tanto quanto sob a atual "democracia", desde a invasão de 2003, não há liberdade, justiça social, igualdade e há poucas perspectivas para aqueles que são independentes aos partidos políticos no poder. Além da brutalidade e discriminação contra as mulheres e as minorias, um grande abismo foi criado entre os ricos e os pobres, fazendo com que os pobres ficassem cada vez mais pobres e os ricos mais ricos.

textLIBANO: uma falsa paz entre uma guerra interrompida e aquela que se anuncia Sep 02 FdCA 0 comments

Os exércitos europeus estão em vias de se posicionarem no Sul do Líbano – sob a bandeira da ONU, em nome da UE e da NATO - fiando-se em que o Tsahal (exército de Israel) retire as suas tropas e navios, e recolha os aviões aos hangares.

© 2005-2022 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]