user preferences

New Events

Norte da África

no event posted in the last week

A rua egípcia mais forte que as urnas!

category norte da África | community struggles | comunicado de imprensa author Friday December 20, 2013 03:26author by Alternative libertaire - AL Report this post to the editors

O presente texto, traduzido para o português do Brasil, apresenta uma análise feita pelo grupo Alternative Libertarie - AL sobre a questão egípcia.
Propondo como o caminho para o povo egípcio, uma luta que se encaminhe desde as bases, desde a rua, até de modo mais global contra o imperialismo americano e o fascismo religioso que disputam incessantemente o poder. [Français]
morsiout.jpg


A rua egípcia mais forte que as urnas


Dois anos e meio após a derrubada de Hosni Mubarak a rua egípcia volta a falar. Mohamed Morsi foi caçado do poder após um ano de reinado e quatro dias de manifestações, de uma amplitude nunca antes vista na história do país.

Os egípcios e as egípcias recordam ao mundo que uma eleição não é um cheque em branco que da aos representantes o direito a tudo fazer. A democracia real implica um controle dos mandatos pelos eleitores e isto não será nada sem a possibilidade de revogar aqueles que estão no mandato. Nenhuma constituição possibilita o poder aos seus trabalhadores (exceto alguns “referendos revocatórios” à la chavismo): as classes dominantes poderiam ter mais medo da espiral democrática do que de suas despesas. Para além das constituições, para além das leis, para além da “legitimidade democrática” baseada nas eleições, os trabalhadores e trabalhadoras do Egito se reapropriam de seu destino pela mobilização coletiva e revolucionária. Que nossos chefões ocidentais enforquem a “semente”, pois dela se gera as ideias aos trabalhadores e trabalhadoras de todo o mundo!

Entretanto, essa segunda revolução é marcada pela intervenção do exército na derrubada final de Morsi e dos assensos de golpes de Estado. Se os militares não derem uma saída inelutável para retificar o que diz a rua, acarretará uma faceta simbólica desastrosa. Para além do símbolo, os militares são em grande parte um retorno do poder autoritário e um retorno a um regime parecido com aquele que a rua veio a derrubar há dois anos e meio. Detentores de uma grande parte das riquezas do país (35 % do PIB), os militares tem pressa para tomar integralmente o poder político que é a garantia da perenidade de seu império econômico, sem levar em conta os interesses dos trabalhadores e das trabalhadoras.

Alternative Libertaire (AL) apóia os movimentos sociais egípcios assim como com as forças progressistas na batalha contra os islamitas e o exército para fazer nascer no Egito a liberdade, a igualdade social e uma verdade democrática fundada sobre os poderes populares.

Alternative Libertaire (AL)

9 de julho de 2013

Tradução: Marcelo Mazzoni

Related Link: http://www.alternativelibertaire.org/
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch

Front page

International anarchist solidarity against Turkish state repression

Declaración Anarquista Internacional por el Primero de Mayo, 2022

Le vieux monde opprime les femmes et les minorités de genre. Leur force le détruira !

Against Militarism and War: For self-organised struggle and social revolution

Declaração anarquista internacional sobre a pandemia da Covid-19

La révolution du Rojava a défendu le monde, maintenant le monde doit défendre la révolution du Rojava!

Anarchist Theory and History in Global Perspective

Trans Rights is a Class Issue

Capitalism, Anti-Capitalism and Popular Organisation [Booklet]

AUKUS: A big step toward war

Reflexiones sobre la situación de Afganistán

Αυτοοργάνωση ή Χάος

South Africa: Historic rupture or warring brothers again?

Declaración Anarquista Internacional: A 85 Años De La Revolución Española. Sus Enseñanzas Y Su Legado.

Death or Renewal: Is the Climate Crisis the Final Crisis?

Gleichheit und Freiheit stehen nicht zur Debatte!

Contre la guerre au Kurdistan irakien, contre la traîtrise du PDK

Meurtre de Clément Méric : l’enjeu politique du procès en appel

Comunicado sobre el Paro Nacional y las Jornadas de Protesta en Colombia

The Broken Promises of Vietnam

Premier Mai : Un coup porté contre l’un·e d’entre nous est un coup porté contre nous tou·tes

Federasyon’a Çağırıyoruz!

Piştgirîye Daxuyanîya Çapemenî ji bo Êrîşek Hatîye li ser Xanîyê Mezopotamya

Les attaques fascistes ne nous arrêteront pas !

© 2005-2022 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]