Benutzereinstellungen

Neue Veranstaltungshinweise

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Es wurden keine neuen Veranstaltungshinweise in der letzten Woche veröffentlicht

Kommende Veranstaltungen

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Keine kommenden Veranstaltungen veröffentlicht
brazilseries_2.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascism / link to audio Donnerstag Mai 16, 2019 14:42 bei Bruno Lima Rocha   image 1 image
Part 3 of an audio series debating the reasons for the right-wing rising in Brazil, contextualising and analysing the rise of Bolsonaro and the right-wing in Brazil. Part 1 | Part 2 Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
brazilseries_1.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascism / link to audio Montag Mai 13, 2019 15:40 bei Bruno Lima Rocha   image 1 image
Part 2 of an audio series debating the reasons for the right-wing rising in Brazil, contextualising and analysing the rise of Bolsonaro and the right-wing in Brazil. Part 1 | Part 3 Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
brazilseries.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascism / link to audio Freitag Mai 10, 2019 17:35 bei Bruno Lima Rocha   image 1 image
Part 1 of an audio series debating the reasons for the right-wing rising in Brazil, contextualising and analysing the rise of Bolsonaro and the right-wing in Brazil. Part 2 | Part 3 Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
signalattachment20190430172814.jpeg
brazil/guyana/suriname/fguiana / workplace struggles / comunicado de imprensa Mittwoch Mai 01, 2019 20:41 bei Coordenação Anarquista Brasileira   image 1 image
O ajuste neoliberal no Brasil e na América Latina avança. Direitos históricos da classe trabalhadora e conquistas das lutas sociais estão sendo ou foram destruídos. Começou com o florestal. Avançou sobre o trabalhista. Desmantelou o minerário. Mexeu com o civil e agora quer acabar com o sistema de seguridade social. Este é composto por tripé: saúde, previdência e assistência social. Juntos eles garantem minimamente mecanismos de divisão de renda e pequenos avanços na justiça social tão cara neste continente. Foi produto de acumulo de lutas de nossa classe que começou com o sindicalismo revolucionário no início do século XX se estendeu por todo esse século. O pacto de classes da constituição de 88 absorveu parte das demandas acumuladas e arrebentadas pelo calor das lutas do movimento sindical e popular, mas por outro lado reservou a espada da exceção para cravar nos setores negros e populares que nunca tiveram lugar na democracia burguesa. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
contraogenoci769diodopovonegro01.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / migração / racismo / opinião / análise Sonntag April 14, 2019 06:12 bei Coordenação Anarquista Brasileira   image 1 image
Oitenta tiros fulminaram Evaldo Rosa, trabalhador Negro, músico, que
voltava de um compromisso social com sua família. Os responsáveis:
militares do exército que patrulhavam o bairro e, segundo relatos, ainda
debocharam da família depois da ação. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
cab_sindical.jpeg
brazil/guyana/suriname/fguiana / miscellaneous / opinião / análise Samstag März 23, 2019 22:48 bei Coordenação Anarquista Brasileira   image 1 image
No dia 20 de fevereiro de 2019, após meses de especulação do mercado financeiro, chantagem dos grandes empresários e publicidade pesada da mídia corporativista, o governo Bolsonaro entregou na Câmara dos Deputados a tão cobiçada Reforma da Previdência. Finalmente a classe trabalhadora brasileira conheceu qual será o tamanho do ataque que vem pela frente através da caneta dos de cima. Como já era previsível, o projeto de Paulo Guedes é ainda mais duro do que o apresentado por Temer. Essa reforma significa mais retirada de direitos de trabalhadoras e trabalhadores. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
elaopa_1.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / indigenous struggles / comunicado de imprensa Samstag März 23, 2019 22:19 bei ELAOPA   image 1 image
O Encontro Latino Americano de Organizações Populares Autônomas (ELAOPA) propõe solidariedade
aos Povos Indígenas Ka'apor da Amazônia Oriental do Noroeste Maranhense do Brasil na luta pela
recuperação e defesa do seu território contra a intensa ação ofensiva de madeireiras extrativistas e
diante da repressão do Estado Policial de Ajuste sobre as lideranças desse povo. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
8M em Porto Alegre Brasil 2019. Foto: Guilherme Santos Sul 21
brazil/guyana/suriname/fguiana / gênero / comunicado de imprensa Samstag März 09, 2019 22:58 bei FAG/CAB   image 3 images
“Neste momento decisivo em que as definições devem ser traduzidas de forma fulminante em feitos e as posições em ações contundentes, a definição e posição das mulheres – de mulheres livres, das que afirmam sua vontade resoluta de ser – nos dão os fatos e ações que essas páginas coletam da maneira mais plausível possível. Junto à mão suave das mulheres que curam feridas, cuidam das crianças ou oferecem um gole de água para a sede ardente do combatente, destacamos o braço forte da mulher que ergue um fuzil. Isso não significa, de maneira alguma, a renúncia de um sentido humano que queremos proclamar acima de tudo. Mas nosso sentido humano é integral, ativo e beligerante. E é transcendente. Isto é, atinge mais do que alívio imediato da dor imediata. Aspira à eliminação radical da dor, pelo menos da dor social que nasce da opressão política e da injustiça econômica.
[…] Enquanto isso, o nosso sentido humano, precisamente o nosso sentido humano, obriga-nos à luta dura, cruel, implacável contra um inimigo implacável. Através da morte, sobre a morte, defendemos a vida. A única vida que merece ser defendida: a vida em plena liberdade “.
Nosso sentido humano, Revista Mujeres Libres Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
alzira.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / história do anarquismo / opinião / análise Samstag März 09, 2019 22:38 bei CAB   image 1 image
Em 1925, a costureira e militante anarquista Alzira Werkauser tomou a palavra e presidiu uma sessão do 3° Congresso Operário do Rio Grande do Sul. Nesta ocasião atuou como delegada sindical com mandato do sindicato dos alfaiates, costureiras e anexos. Alzira foi
ativa militante da resistência a opressão sobre as mulheres, da luta sindical das costureiras e das convicções anarquistas em uma peleia diária e incansável para mudar o mundo com socialismo e liberdade. Sua moção ao Congresso a que nos referimos levava intuitivamente, pelas misérias que padecia como mulher trabalhadora e mulher oprimida, aquela noção tão forte e tão feminista que pronunciou a comunera Louise Michel: “Tomem cuidado com as mulheres quando se cansarem de tudo o que as rodeia e se levantem contra o velho mundo. Nesse dia um novo mundo começará.” Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
8m2019.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / gênero / opinião / análise Samstag März 09, 2019 22:30 bei CAB   image 1 image
A nossa história tem sido, desde sempre, marcada por repressão e resistência. Contudo, nesses últimos anos, vimos se consolidar no Brasil uma retomada de forças conservadoras, – forças essas que nunca deixaram de constituir as estruturas patriarcais do Estado e o imaginário da nossa sociedade -, mas que, agora, potencializadas por vozes que fazem questão de se afirmarem – entre outras coisas – antifeministas, encampam uma luta contra os direitos e organização das mulheres.
Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
bolsonaro_campaign.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / miscellaneous / opinion / analysis Montag Januar 21, 2019 05:15 bei BrunoL   image 1 image
The October 2018 presidential and general elections in Brazil challenged that notion. An extreme right wing candidate, Jair Messias Bolsonaro, rose to power in a contested victory. This was the last straw in a mounting political crisis with multiple causes and, the way it looks at the moment, even more consequences. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
plataformacampo_de_libra.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Mittwoch Dezember 19, 2018 06:32 bei BrunoL   image 1 image
Em termos de política energética, o país foi “virado de cabeça para baixo”, e sem nenhum razão funcional a não ser a fabricação de uma crise. As reservas de Pré-Sal capacitam a Petrobrás para contrair empréstimos com carência centenária, significando a saúde financeira e a liquidez da empresa. Ou seja, a empresa jamais esteve “quebrada” e menos ainda com perda de faturamento. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
capaespanol.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / comunicado de prensa Mittwoch Dezember 19, 2018 03:35 bei Colectivo Anarquista Lucha de Classe   image 1 image
El último día 07 de diciembre de 2018 será recordado como uno de los días más tristes y revoltosos en la historia de la ciudad de Curitiba y de la lucha por vivienda en Brasil. La ocupación urbana llamada 29 de marzo fue completamente destruida debido a un incendio, que según el relato de los habitantes, fue causado por la Policía Militar del estado de Paraná. Además del fuego extendido, ocurrieron al menos dos ejecuciones en el lugar, varios desaparecidos y un número aún desconocido de muertos. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
capafamiliasincendio.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / comunicado de imprensa Mittwoch Dezember 19, 2018 03:27 bei Coletivo Anarquista Luta de Classe   image 1 image
O dia 07 de dezembro de 2018 será lembrado como um dos dias mais tristes e revoltantes da história de Curitiba e da luta por moradia no Brasil. A ocupação urbana 29 de Março foi completamente destruída devido a um incêndio, que segundo o relato dos moradores, foi causado pela Polícia Militar do Paraná. Além do fogo alastrado, ocorreram, pelo menos, duas execuções no local, vários desaparecidos e um número ainda desconhecido de mortos. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
fag.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascismo / comunicado de imprensa Mittwoch Dezember 19, 2018 03:12 bei Federação Anarquista Gaúcha   image 1 image
Foi em uma infame e inesquecivelmente tenebrosa sexta feira, 13 de dezembro de 1968, que durante o mandato do ditador-presidente general Arthur da Costa e Silva, uma junta militar promulgava o Ato Institucional nº. 5 (AI-5), o mais terrível dos dezessete que a ditadura civil-militar impôs ao povo brasileiro. O AI-5 deu início ao período mais brutal da ditadura, tornando “oficial” e “lícito” o extermínio de opositores do regime. Para além de medidas como o fechamento do Congresso Nacional, intervenções nos estados e municípios, suspensão de habeas corpus, suspensão de direitos políticos, entre outras, o AI-5 era a sigla que dava sentido à expressão “terrorismo de Estado” (com o perdão da redundância), fazendo da tortura, dos desaparecimentos forçados e dos assassinatos práticas corriqueiras do Estado ditatorial. Passados cinquenta anos desse expediente de violência, brutalidade e barbárie, ventos autoritários anunciam novamente que não superamos esse passado. Temos à nossa porta expedientes autoritários que re-editam aquele momento histórico e, por isso, mais do que nunca, é preciso afirmar com todas as letras: ditadura, NUNCA MAIS! Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
xsergiomoroepauloguedes.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascismo / opinião / análise Samstag November 03, 2018 21:42 bei BrunoL   image 1 image
Parece que tudo vai ser aos trancos e barrancos e um governo loteado, escorado em "super ministros" e bombardeado o tempo todo com o fogo amigo das palavras do "super vice". Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
fag.png
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascismo / opinião / análise Sonntag Oktober 28, 2018 21:36 bei Mulheres da FAG   image 1 image
“Todos os nacionalismos tem gênero, todos são inventados e todos são perigosos […] no sentido de que representam relações com o poder político e com as tecnologias da violência.” – Anne McClintock Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
whatsappfakenews.jpeg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascismo / opinião / análise Samstag Oktober 27, 2018 06:32 bei BrunoL   image 1 image
Vamos tentar produzir um pouco de teoria no meio de tanta insanidade e loucura acumulada. Entendo que estamos vivendo um momento ímpar. Por um lado, os efeitos da Operação Lava-Jato, onde houve punição com alguma efetividade, mas evidentemente, seletiva. Se compararmos os índices de corrupção nos governos anteriores, proporcionalmente, o PT "roubou menos", e tem menos correligionários acusados. Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
cab_26_oct.jpeg
brazil/guyana/suriname/fguiana / miscellaneous / opinião / análise Samstag Oktober 27, 2018 05:52 bei Coordenação Anarquista Brasileira   image 1 image
Na última semana e com mais intensidade no dia de hoje, Polícia Federal, Justiça Eleitoral, Ministério Público Eleitoral e Tribunais Regionais Eleitorais fizeram uma ofensiva contra a liberdade de expressão de norte a sul pelas Universidades brasileiras.
Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
rl.jpeg
brazil/guyana/suriname/fguiana / anti-fascismo / opinião / análise Donnerstag Oktober 25, 2018 00:08 bei Resistência Popular e Ateneu Libertário Batalha da Várzea   image 1 image
Nesse cenário em que estamos, vemos o crescimento na disputa eleitoral de uma lógica que conhecemos há muito tempo na política: mais imposto pro povo, menos serviços públicos, custo de vida mais alto e menos direitos. Dessa vez, o projeto de sempre, como toda legitimação jurídica, vem com uma roupagem ainda mais perigosa da farda militar, do autoritarismo e do apoio à ditadura.
Ganzer Artikel lesen / Kommentar hinzufügen
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Neste 8 de Março, levantamos mais uma vez a nossa voz e os nossos punhos pela vida das mulheres!

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Sa 20 Jul, 08:34

browse text browse image

signalattachment20190430172814.jpeg imageO 1º de Maio e a Luta contra a Reforma da Previdência: Construir uma Greve Geral desde a base para d... 20:41 Mi 01 Mai by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

O ajuste neoliberal no Brasil e na América Latina avança. Direitos históricos da classe trabalhadora e conquistas das lutas sociais estão sendo ou foram destruídos. Começou com o florestal. Avançou sobre o trabalhista. Desmantelou o minerário. Mexeu com o civil e agora quer acabar com o sistema de seguridade social. Este é composto por tripé: saúde, previdência e assistência social. Juntos eles garantem minimamente mecanismos de divisão de renda e pequenos avanços na justiça social tão cara neste continente. Foi produto de acumulo de lutas de nossa classe que começou com o sindicalismo revolucionário no início do século XX se estendeu por todo esse século. O pacto de classes da constituição de 88 absorveu parte das demandas acumuladas e arrebentadas pelo calor das lutas do movimento sindical e popular, mas por outro lado reservou a espada da exceção para cravar nos setores negros e populares que nunca tiveram lugar na democracia burguesa.

elaopa_1.png imageNota de Solidariedade do XIII ELAOPA ao Povo Ka’apor da Amazônia Oriental 22:19 Sa 23 Mär by ELAOPA 0 comments

O Encontro Latino Americano de Organizações Populares Autônomas (ELAOPA) propõe solidariedade
aos Povos Indígenas Ka'apor da Amazônia Oriental do Noroeste Maranhense do Brasil na luta pela
recuperação e defesa do seu território contra a intensa ação ofensiva de madeireiras extrativistas e
diante da repressão do Estado Policial de Ajuste sobre as lideranças desse povo.

8M em Porto Alegre Brasil 2019. Foto: Guilherme Santos Sul 21 imageAs anarquistas e a luta por uma vida em liberdade 22:58 Sa 09 Mär by FAG/CAB 0 comments

“Neste momento decisivo em que as definições devem ser traduzidas de forma fulminante em feitos e as posições em ações contundentes, a definição e posição das mulheres – de mulheres livres, das que afirmam sua vontade resoluta de ser – nos dão os fatos e ações que essas páginas coletam da maneira mais plausível possível. Junto à mão suave das mulheres que curam feridas, cuidam das crianças ou oferecem um gole de água para a sede ardente do combatente, destacamos o braço forte da mulher que ergue um fuzil. Isso não significa, de maneira alguma, a renúncia de um sentido humano que queremos proclamar acima de tudo. Mas nosso sentido humano é integral, ativo e beligerante. E é transcendente. Isto é, atinge mais do que alívio imediato da dor imediata. Aspira à eliminação radical da dor, pelo menos da dor social que nasce da opressão política e da injustiça econômica.
[…] Enquanto isso, o nosso sentido humano, precisamente o nosso sentido humano, obriga-nos à luta dura, cruel, implacável contra um inimigo implacável. Através da morte, sobre a morte, defendemos a vida. A única vida que merece ser defendida: a vida em plena liberdade “.
Nosso sentido humano, Revista Mujeres Libres

capaespanol.png imageEl Terrorismo de Estado en Curitiba (Paraná, Brasil) 03:35 Mi 19 Dez by Colectivo Anarquista Lucha de Classe 0 comments

El último día 07 de diciembre de 2018 será recordado como uno de los días más tristes y revoltosos en la historia de la ciudad de Curitiba y de la lucha por vivienda en Brasil. La ocupación urbana llamada 29 de marzo fue completamente destruida debido a un incendio, que según el relato de los habitantes, fue causado por la Policía Militar del estado de Paraná. Además del fuego extendido, ocurrieron al menos dos ejecuciones en el lugar, varios desaparecidos y un número aún desconocido de muertos.

capafamiliasincendio.png imageTerrorismo de Estado em Curitiba, Brasil 03:27 Mi 19 Dez by Coletivo Anarquista Luta de Classe 0 comments

O dia 07 de dezembro de 2018 será lembrado como um dos dias mais tristes e revoltantes da história de Curitiba e da luta por moradia no Brasil. A ocupação urbana 29 de Março foi completamente destruída devido a um incêndio, que segundo o relato dos moradores, foi causado pela Polícia Militar do Paraná. Além do fogo alastrado, ocorreram, pelo menos, duas execuções no local, vários desaparecidos e um número ainda desconhecido de mortos.

fag.png imageA Nossa Memória Não Esquece! 03:12 Mi 19 Dez by Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

Foi em uma infame e inesquecivelmente tenebrosa sexta feira, 13 de dezembro de 1968, que durante o mandato do ditador-presidente general Arthur da Costa e Silva, uma junta militar promulgava o Ato Institucional nº. 5 (AI-5), o mais terrível dos dezessete que a ditadura civil-militar impôs ao povo brasileiro. O AI-5 deu início ao período mais brutal da ditadura, tornando “oficial” e “lícito” o extermínio de opositores do regime. Para além de medidas como o fechamento do Congresso Nacional, intervenções nos estados e municípios, suspensão de habeas corpus, suspensão de direitos políticos, entre outras, o AI-5 era a sigla que dava sentido à expressão “terrorismo de Estado” (com o perdão da redundância), fazendo da tortura, dos desaparecimentos forçados e dos assassinatos práticas corriqueiras do Estado ditatorial. Passados cinquenta anos desse expediente de violência, brutalidade e barbárie, ventos autoritários anunciam novamente que não superamos esse passado. Temos à nossa porta expedientes autoritários que re-editam aquele momento histórico e, por isso, mais do que nunca, é preciso afirmar com todas as letras: ditadura, NUNCA MAIS!

cab_statement_3.jpeg imageΗ παρούσα κατάστασ&#... 20:25 Sa 20 Okt by CAB 0 comments

Συνεπώς, υποστηρίζουμε:
-ενότητα για τον αντιφασισμό πέρα ​​από τις δημοσκοπήσεις, στους λαούς και στους δρόμους. Ο αγώνας θα καθορίσει τι πρόκειται να έρθει. Η ενότητα θα επιτυγχάνεται σε ενέργειες, κινητοποιήσεις ενάντια στις νεοφιλελεύθερες επιθέσεις και τη βαρβαρότητα που προωθούνται από τον bolsonaro και τους ομολόγους του.
-αγώνας για την υπεράσπιση των κοινωνικών δικαιωμάτων. Καταπολέμηση των ιδιωτικοποιήσεων και των επιθέσεων κατά των καταπιεσμένων. Καταπολέμηση των επιθέσεων στην εκπαίδευση, τη συνταξιοδοτική μεταρρύθμιση, καταπολέμηση του αυξανόμενου κόστους ζωής, την ποινικοποίηση των κοινωνικών κινημάτων και τη διαδικασία γενοκτονίας των μαύρων, περιφερειακών και ιθαγενών.
-οικοδόμηση γενικής απεργίας ενάντια στην πρόοδο του φασισμού και των επιθέσεων στα δικαιώματα των εργαζομένων, που είναι η ατζέντα του ιμπεριαλισμού στην επόμενη περίοδο, των επιχειρηματικών και πολιτικών ελίτ ανεξάρτητα από τις εκλογές. [Português] [Castellano] [English] [Italiano]

textAssassinio Politico, Terrorismo di Stato: Marielle Franco lotta con noi! 22:30 Mo 19 Mär by Coordinazione Anarchica Brasiliana 0 comments

Nella notte dell’ultimo mercoledi, 14 marzo, dopo essere uscita da un dibattito con altre donne nere, a Lapa [quartiere di Rio de Janeiro], Marielle Franco è stata vittima di una brutale esecuzione. Anche l’autista della macchina dove Marielle si trovava, Anderson Pedro Gomes, è stato assassinato.

460_0___30_0_0_0_0_0_29250100_10204225355389931_3506571102731584640_n_1.jpg imageΜαριέλ Φράνκο. Παρο&... 19:37 So 18 Mär by Brazilian Anarchist Coordination 0 comments

Σε αυτή την στιγμή του πόνου, της θλίψης και του μίσους, θέλουμε να δώσουμε όλη μας την αλληλεγγύη στις οικογένειες των Μαριέλ και Άντερσον, τους άνδρες συντρόφους και τις γυναίκες συντρόφισσές τους στο PSOL, και σε όλους τους άνδρες και τις γυναίκες που αγωνίζονται καθημερινά κατά τη γενοκτονία των μαύρων ανθρώπων.

cab.jpg imageNota da CAB sobre a Intervenção federal e militar no Rio de Janeiro 06:46 Do 22 Feb by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

Na última sexta-feira (16) o governo de Michel Temer (MDB) lançou um decreto que colocou a área da segurança pública do Estado do RJ sob o comando do exército brasileiro na figura de seu general Walter Braga Neto. Uma intervenção federal apresentada como solução ao que as elites dominantes chamam de “crise” na segurança pública e que deve ser entendida como um desdobramento do governo de choque já aplicado ao estado.

Não é a primeira vez que o exército atua no RJ. As intervenções militares em comunidades e favelas cariocas são uma realidade. Contudo, a novidade está na centralização de comando de toda a segurança pública nas mãos de um comando militar. Se o expediente militar no controle social e na repressão dos oprimidos foi utilizado inclusive nos governos petistas, um novo passo foi dado.

more >>

imageContra o Genocídio do Povo Negro e a Barbárie dos Ricos! Apr 14 by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

Oitenta tiros fulminaram Evaldo Rosa, trabalhador Negro, músico, que
voltava de um compromisso social com sua família. Os responsáveis:
militares do exército que patrulhavam o bairro e, segundo relatos, ainda
debocharam da família depois da ação.

imageContra a Reforma da Previdência, Organizar a Luta desde a Base com Ação Direta Popular e Solidarieda... Mär 23 by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

No dia 20 de fevereiro de 2019, após meses de especulação do mercado financeiro, chantagem dos grandes empresários e publicidade pesada da mídia corporativista, o governo Bolsonaro entregou na Câmara dos Deputados a tão cobiçada Reforma da Previdência. Finalmente a classe trabalhadora brasileira conheceu qual será o tamanho do ataque que vem pela frente através da caneta dos de cima. Como já era previsível, o projeto de Paulo Guedes é ainda mais duro do que o apresentado por Temer. Essa reforma significa mais retirada de direitos de trabalhadoras e trabalhadores.

imageCom a palavra e a luta de Alzira sempre! Mär 09 by CAB 0 comments

Em 1925, a costureira e militante anarquista Alzira Werkauser tomou a palavra e presidiu uma sessão do 3° Congresso Operário do Rio Grande do Sul. Nesta ocasião atuou como delegada sindical com mandato do sindicato dos alfaiates, costureiras e anexos. Alzira foi
ativa militante da resistência a opressão sobre as mulheres, da luta sindical das costureiras e das convicções anarquistas em uma peleia diária e incansável para mudar o mundo com socialismo e liberdade. Sua moção ao Congresso a que nos referimos levava intuitivamente, pelas misérias que padecia como mulher trabalhadora e mulher oprimida, aquela noção tão forte e tão feminista que pronunciou a comunera Louise Michel: “Tomem cuidado com as mulheres quando se cansarem de tudo o que as rodeia e se levantem contra o velho mundo. Nesse dia um novo mundo começará.”

imageNeste 8 de Março, levantamos mais uma vez a nossa voz e os nossos punhos pela vida das mulheres! Mär 09 by CAB 0 comments

A nossa história tem sido, desde sempre, marcada por repressão e resistência. Contudo, nesses últimos anos, vimos se consolidar no Brasil uma retomada de forças conservadoras, – forças essas que nunca deixaram de constituir as estruturas patriarcais do Estado e o imaginário da nossa sociedade -, mas que, agora, potencializadas por vozes que fazem questão de se afirmarem – entre outras coisas – antifeministas, encampam uma luta contra os direitos e organização das mulheres.

imageRight-Wing Rising: A Comprehensive Look at What’s Happening in Brazil Jan 21 by BrunoL 0 comments

The October 2018 presidential and general elections in Brazil challenged that notion. An extreme right wing candidate, Jair Messias Bolsonaro, rose to power in a contested victory. This was the last straw in a mounting political crisis with multiple causes and, the way it looks at the moment, even more consequences.

more >>

imageO 1º de Maio e a Luta contra a Reforma da Previdência: Construir uma Greve Geral desde a base para d... Mai 01 CAB 0 comments

O ajuste neoliberal no Brasil e na América Latina avança. Direitos históricos da classe trabalhadora e conquistas das lutas sociais estão sendo ou foram destruídos. Começou com o florestal. Avançou sobre o trabalhista. Desmantelou o minerário. Mexeu com o civil e agora quer acabar com o sistema de seguridade social. Este é composto por tripé: saúde, previdência e assistência social. Juntos eles garantem minimamente mecanismos de divisão de renda e pequenos avanços na justiça social tão cara neste continente. Foi produto de acumulo de lutas de nossa classe que começou com o sindicalismo revolucionário no início do século XX se estendeu por todo esse século. O pacto de classes da constituição de 88 absorveu parte das demandas acumuladas e arrebentadas pelo calor das lutas do movimento sindical e popular, mas por outro lado reservou a espada da exceção para cravar nos setores negros e populares que nunca tiveram lugar na democracia burguesa.

imageNota de Solidariedade do XIII ELAOPA ao Povo Ka’apor da Amazônia Oriental Mär 23 Encontro Latino Americano de Organizações Populares Autônomas 0 comments

O Encontro Latino Americano de Organizações Populares Autônomas (ELAOPA) propõe solidariedade
aos Povos Indígenas Ka'apor da Amazônia Oriental do Noroeste Maranhense do Brasil na luta pela
recuperação e defesa do seu território contra a intensa ação ofensiva de madeireiras extrativistas e
diante da repressão do Estado Policial de Ajuste sobre as lideranças desse povo.

imageAs anarquistas e a luta por uma vida em liberdade Mär 09 Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

“Neste momento decisivo em que as definições devem ser traduzidas de forma fulminante em feitos e as posições em ações contundentes, a definição e posição das mulheres – de mulheres livres, das que afirmam sua vontade resoluta de ser – nos dão os fatos e ações que essas páginas coletam da maneira mais plausível possível. Junto à mão suave das mulheres que curam feridas, cuidam das crianças ou oferecem um gole de água para a sede ardente do combatente, destacamos o braço forte da mulher que ergue um fuzil. Isso não significa, de maneira alguma, a renúncia de um sentido humano que queremos proclamar acima de tudo. Mas nosso sentido humano é integral, ativo e beligerante. E é transcendente. Isto é, atinge mais do que alívio imediato da dor imediata. Aspira à eliminação radical da dor, pelo menos da dor social que nasce da opressão política e da injustiça econômica.
[…] Enquanto isso, o nosso sentido humano, precisamente o nosso sentido humano, obriga-nos à luta dura, cruel, implacável contra um inimigo implacável. Através da morte, sobre a morte, defendemos a vida. A única vida que merece ser defendida: a vida em plena liberdade “.
Nosso sentido humano, Revista Mujeres Libres

imageEl Terrorismo de Estado en Curitiba (Paraná, Brasil) Dez 19 Co-ordenación Anarquista Brasileira 0 comments

El último día 07 de diciembre de 2018 será recordado como uno de los días más tristes y revoltosos en la historia de la ciudad de Curitiba y de la lucha por vivienda en Brasil. La ocupación urbana llamada 29 de marzo fue completamente destruida debido a un incendio, que según el relato de los habitantes, fue causado por la Policía Militar del estado de Paraná. Además del fuego extendido, ocurrieron al menos dos ejecuciones en el lugar, varios desaparecidos y un número aún desconocido de muertos.

imageTerrorismo de Estado em Curitiba, Brasil Dez 19 Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

O dia 07 de dezembro de 2018 será lembrado como um dos dias mais tristes e revoltantes da história de Curitiba e da luta por moradia no Brasil. A ocupação urbana 29 de Março foi completamente destruída devido a um incêndio, que segundo o relato dos moradores, foi causado pela Polícia Militar do Paraná. Além do fogo alastrado, ocorreram, pelo menos, duas execuções no local, vários desaparecidos e um número ainda desconhecido de mortos.

more >>
© 2005-2019 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]