user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week
Logo, não há diferença substantiva entre o Trensalão do Metrô e da CPTM de São Paulo e o Petrolão. Para tristeza da esquerda e alegria de todas as direitas, o PT se transformou - majoritariamente - em um partido de caciques.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday March 15, 2016 03:37 by BrunoL   image 1 image
14 de março de 2016, Bruno Lima Rocha

"Estamos realmente diante de um paradoxo. De um lado, o pacto de classes do lulismo está fazendo água, e ao que parece, as frações de classe dominante que acompanhavam a aliança estão sendo pressionadas para deixar a caravela naufragar (reparem que disse caravela e não foi á toa). Ao mesmo tempo, a burocracia de Estado e, em especial, a tecnocracia dos bacharéis, está deitando e rolando", escreve Bruno Lima Rocha, professor de Relações Internacionais.

Segundo ele, "nada disso impede a crítica e o alerta máximo para as manobras da direita que perdeu as urnas e quer levar na marra, mesmo sabendo que o programa de governo de Dilma no segundo mandato, até o momento, peca por austericídio e não por distribuição de recursos".

Eis o artigo.
read full story / add a comment
À medida que aumenta a interdependência entre países, TNCs, Sistema Financeiro mundializado e mercado de câmbio, diminui a capacidade dos países em defender suas respectivas moedas e manter padrões razoáveis de vida materialmente estável para seus povos.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday March 10, 2016 08:24 by BrunoL   image 1 image
09 de março de 2016, Bruno Lima Rocha

Nesta série, iniciada no final de 2015, vamos realizar um esforço ensaístico para desenvolver bases teórico-normativas que deem alguma sustentação para o estudo e a intervenção nas Relações Internacionais (RI) a partir de uma perspectiva do poder dos povos em movimento. Ao afirmar esta perspectiva, imediatamente afirmamos que este ensaio assim como o anterior não se destina a projetar o poder dos Estados e menos ainda das Transnacionais (TNCs). O tema fundamental do texto que segue é a soberania popular. read full story / add a comment
La agencia de “análisis” Standard & *Poor’s ha rebajado la nota brasileña en la mitad de febrero de 2016. Observo y repito que los chantajistas, continúan presionando.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Monday March 07, 2016 18:56 by BrunoL   image 1 image
07 de marzo 2016, Bruno Lima Rocha

Apertura

La reanudación del receso parlamentario en Brasil, mostro las pautas más ilustrativas, de los efectos dañinos del acuerdo de clases y pacto conservador, cuya marca es el lulismo. Al tiempo que lo Brasil sufre chantajes a través de conocidos mecanismos internacionales como la siempre denunciada revista The Economist, por ejemplo y el tenebroso papel de las agencias de “análisis”, el gobierno de Dilma Rousseff, que sigue contra la pared y como blanco de investigaciones político-criminales, que por veces avanzan el marco de la ley. read full story / add a comment
Se há um programa de televisão que considero operar como motor de propaganda da Nova Direita é o Globo News Painel. A edição de sábado, 27 de fevereiro, materializou-se como autêntico "brain storm" do impeachment ou da queda do segundo governo Dilma.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Saturday March 05, 2016 01:15 by BrunoL   image 1 image
04 de março de 2016, Bruno Lima Rocha

"A pregação do austericídio dentro e fora do segundo governo Dilma Rousseff, a fala permanente dos coveiros do caos e o ambiente político forçosamente complicado está levando ao governo atual a fazer as piores escolhas, todo o tempo", destaca Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Segundo ele, "estamos diante de um momento crítico, onde as forças populares estão realmente sem uma base sólida por onde arrancar e ainda pendentes do canto da sereia do eleitoralismo - por dentro e por esquerda do governo -; enquanto o governo Dilma em sua segunda edição é uma soma estranha de um grupo de confiança com aspirações próprias dentro do partido - como Miguel Rossetto e Jaques Wagner - além de uma subordinação à base oligárquica do governo, comandada por Renan Calheiros e Sérgio Cabral Filho, ambos à frente do PMDB que se impõe em escala nacional".

Eis o artigo.
read full story / add a comment
Antes que os leitores e leitoras ainda na base do governo se animem na crítica, digo que esta votação no Senado só saiu vitoriosa pela proposta entreguista porque o Planalto se mobilizou para conseguir fechar algum tipo de acórdão que não ficasse tão mal.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Sunday February 28, 2016 22:53 by BrunoL   image 1 image
28 de fevereiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Abertura

A retomada do recesso parlamentar no Brasil veio em conjunto das pautas mais ilustrativas dos efeitos danosos do acórdão de classes e pacto conservador cuja marca é o lulismo. Ao mesmo tempo em que o Brasil sofre chantagens através de conhecidos mecanismos internacionais – como a sempre denunciada revista The Economist, por exemplo – e o tenebroso papel das agências de “análise”, o governo de Dilma Rousseff, contra a parede e alvo de investigações político-criminais que por vezes avançam ao arrepio da lei, faz os acordos possíveis para evitar o pior e tentar fazer “as lições de casa”, agora com Nelson Barbosa à frente. Com a agenda política tomada pela ofensiva na Operação Lava Jato – já passando para sua 23ª fase – os recursos políticos do lulismo operam para fidelizar sua base e esta mesma base restante faz pouco ou nada para defender seus próprios interesses.
read full story / add a comment
Antes que os leitores e leitoras ainda na base do governo se animem na crítica, digo que esta votação no Senado só saiu vitoriosa pela proposta entreguista porque o Planalto se mobilizou para conseguir fechar algum tipo de acórdão que não ficasse tão mal.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Sunday February 28, 2016 22:52 by BrunoL   image 1 image
28 de fevereiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Abertura

A retomada do recesso parlamentar no Brasil veio em conjunto das pautas mais ilustrativas dos efeitos danosos do acórdão de classes e pacto conservador cuja marca é o lulismo. Ao mesmo tempo em que o Brasil sofre chantagens através de conhecidos mecanismos internacionais – como a sempre denunciada revista The Economist, por exemplo – e o tenebroso papel das agências de “análise”, o governo de Dilma Rousseff, contra a parede e alvo de investigações político-criminais que por vezes avançam ao arrepio da lei, faz os acordos possíveis para evitar o pior e tentar fazer “as lições de casa”, agora com Nelson Barbosa à frente. Com a agenda política tomada pela ofensiva na Operação Lava Jato – já passando para sua 23ª fase – os recursos políticos do lulismo operam para fidelizar sua base e esta mesma base restante faz pouco ou nada para defender seus próprios interesses.
read full story / add a comment
O fato é que o pacto de classes do lulismo está se quebrando e temos espaços escancarados à esquerda do PT para, no mínimo, aumentar o poder de pressão sobre os ataques constantes contra o direito adquirido pelas maiorias.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday February 25, 2016 10:07 by BrunoL   image 1 image
Introdução

O ano de 2016 traz uma marca do segundo governo de Dilma, agora tentando de fato governar. Vai transitar pela dualidade. Agradará parcialmente a própria base que salvara nas ruas sua pouca legitimidade e, ao mesmo tempo, fará o possível para assegurar a Federação Brasileira dos Bancos (Febraban) como a corporação empresarial de sustentação do lulismo em fase declinante. Vejamos alguns exemplos. read full story / add a comment
so_paulo_greve_de_1917.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / history of anarchism / opinion / analysis Wednesday January 27, 2016 10:51 by Rebel Worker   image 1 image
Overview of the 1918 Brazilian anarchist uprising.
SOURCE: "Rebel Worker" (Australia), volume 19, number 1 (163), p. 17. Original author not known.
(Digitised by Leroy Maisiri, ZACF, South Africa). read full story / add a comment
Quem amarra os fragmentos do povo e das classes subalternas é justamente a capacidade de comunicar e aglutinar, estando de portas abertas as mídias massivas sob o controle popular.
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinião / análise Saturday January 23, 2016 09:33 by BrunoL   image 1 image
22 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

O debate comunicacional é um problema permanente e passa por um período crítico na América Latina. Crítico porque de forma correta os donos de meios são caracterizados como bastião ideológico tanto da direita como dos capitais transnacionais. Para comprovar a tese, basta observar o papel da SIP (Sociedade Interamericana de Impresa), do GDA (Grupo Diários América) e ver a atuação dos maiores conglomerados de comunicação social e entretenimento midiático em cada um de nossos países.
read full story / add a comment
A defesa dos territórios também inclui a capacidade produtiva onde, supostamente, seria viável desenvolver em pequena escala outros modos de produção desde que aliados com uma ampla luta reivindicativa.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Friday January 22, 2016 07:57 by BrunoL   image 1 image
20 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Escrevendo de modo mais solto, vou aportar alguns conceitos e categorias por aqui e na sequência, vamos formatando nesta série iniciada de artigos para aumento da difusão. Estamos em período de Fórum Social Mundial – Fórum Social Temático – e o presumido – suposto – contraponto do Fórum Econômico Mundial de Davos. Logo, as energias apontadas para este tipo de evento se desgastam junto do equivocado entusiasmo – já em fase de franco declínio – com governos de turno, cabendo debater a ideia de longo prazo.
read full story / add a comment
Nesta altura do momento político, restam poucas alternativas para quem ainda se posiciona à esquerda do partido de governo e de seus aliados stalinistas e trabalhistas.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday January 21, 2016 05:56 by BrunoL   image 1 image
19 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Tem horas que mesmo para pessoas experientes – ou pretensamente com experiência política como este analista aqui escrevendo – o cinismo político surpreende. Dizem na Espanha, e entendo ser o dito válido aqui também, é que há uma diferença fundamental entre o Partido Progressistas (PP, a direita política pós-franquista) e o Partido Socialista Operário Espanhol (PSOE) no que tange a ações repressivas e medidas anti-populares. O primeiro, bate e retira direitos sorrindo, com júbilo de prazer recordando o período do generalíssimo Francisco Franco. Já o segundo, de um dos ídolos de Fernando Henrique Cardoso (FHC), o ex-premiê Felipe González, bate e arrebenta assim como retira direitos e pactua com o demônio na forma de capital industrial ou financeiro, mas na frente das câmaras derrama “lágrimas de crocodilo”. No Brasil do lulismo, o PSOE daqui é o Partido dos “Trabalhadores” (PT). O exemplo que trago abaixo, já deveras repercutido em redes sociais da província, materializa a analogia.
read full story / add a comment
“Aliás tem a orientação de bater muito, mas evitar sangue, braço quebrado, coisa que a mídia possa escandalizar. Claro que é duro calibrar isso numa tropa com sangue nos olhos. Também tem a orientação de “respeitar” apenas jornalistas da grande mídia".
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinião / análise Monday January 18, 2016 06:26 by BrunoL   image 1 image
17 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Na metade de janeiro de 2016 tive uma conversa através de rede social – no privado – com um amigo de longa data, morador do estado de São Paulo, e profundo conhecedor da política local. Este conhecimento inclui importantes municípios como Santos, Campinas, Guarulhos, a região do ABCD, assim como do poder municipal em São Paulo capital, e óbvio, o Palácio dos Bandeirantes. Além de acadêmico, este militante com muita experiência notou o avanço da repressão policial contra as marchas organizadas pelo Movimento Passe Livre (MPL) e entidades aliadas. As palavras a seguir são de fonte segura, e podem ser lidas como uma suposição – já que não tenho a prova material – ou como uma hipótese bastante provável, que é como eu as encaro. Eis a fala deste amigo: read full story / add a comment
Os fatores de “queda” do segundo mandato Dilma para a revista são justamente o que é relativamente destacável.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Friday January 15, 2016 08:01 by BrunoL   image 1 image
14 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Introdução

A publicação inglesa The Economist traz em suas capas um modelo de operação de pressões internacionais e ajudam a derrubar políticas econômicas. Suas capas operam como chantagem orquestrada pelo elo forte do capital financeiro transnacional operando a partir do eixo NYC-Londres. Entendo que – de fato e de uma vez por todas – essa bandidagem de Armani e Dior tem de ser desmascarada e perder seu poder de influência em nossos países (da América Latina). O problema é de fundo e já vem sendo por demais debatido nas várias gerações das ciências humanas e sociais do Brasil e dos países hermanos. read full story / add a comment
La salida de Joaquim Levy es la oportunidad para Dilma salvar su gobierno, delante del llamado austericidio, que estaba minando la baja legitimidad, dentro de sus propios electores.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Tuesday January 12, 2016 09:29 by BrunoL   image 1 image
10 de enero 2016, Bruno Lima Rocha

El viernes 18 de diciembre, concluyo una de las más tensas semanas, de la historia reciente de Brasil, terminó con la salida del ministro de la Hacienda (de Economía), Joaquim Levy. En su lugar asumió lo hasta entonces ministro de la Planificación, Nelson Barbosa. Podemos apostar que a pesar de ese cambio de ministros, aunque el ex-titular del ministerio de la Planificación venga de otra escuela de pensamiento económico (sería “desarrollista” o casi), seguiremos gobernados por el sistema financiero, al menos con algún discurso disonante. read full story / add a comment
Sardenberg afirma que (FHC e González) “efetivamente mudaram seu modo de ver a economia. Convenceram-se da superioridade prática do capitalismo e da iniciativa privada para construir riqueza”.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday January 07, 2016 08:29 by BrunoL   image 1 image
06 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

Neste texto, dou sequência ao artigo de opinião escrito por Carlos Alberto Sardenberg e publicado na página 14 de O Globo (24/12/2015) com o título “Uma esquerda neoliberal?”. No artigo, o experiente comunicador, especializado na área de economia e defensor explícito dos paradigmas do neoliberalismo (que o próprio afirma ser liberalismo político e econômico), também compara a política econômica de Lula (e por consequência a de sua sucessora, Dilma) ao “acerto” da posição assumida pelo ex-presidente Fernando Henrique Cardoso e sua inspiração, o ex-primeiro ministro da Espanha, Felipe González. No primeiro texto fiz a crítica às confusões conceituais de Sardenberg, incluindo a falsa comparação das posições à esquerda na política com simples estatismo e aumento do gasto público. O mesmo se dá na equivalência entre “desenvolvimento” (daí o termo desenvolvimentista) e crescimento econômico. Neste que segue, desmonto os argumentos favoráveis a Felipe González como grande artífice do período conhecido na Espanha como “la fiesta”. read full story / add a comment
A sanha dos sonegadores e do tal do mercado é tamanha que o pato da FIESP – figurinha carimbada nos atos da UDN de 13 de dezembro – defende a diminuição da carga tributária e nada fala de quanto se sonega.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday January 06, 2016 09:42 by BrunoL   image 1 image
05 de janeiro de 2016, Bruno Lima Rocha

"Mesmo sem pressão social intensa, a saída de Joaquim Levy é a oportunidade para Dilma salvar seu governo diante do austericídio que estava corroendo a baixa legitimidade diante de seu próprio eleitorado. Eu sinceramente entendo que não há inflexão para o desenvolvimento que resista ao espólio rentista. O problema é que a mobilização para frear o impeachment – já parcialmente vitoriosa diante do resultado positivo no tapetão do STF - não vai andar junto de um programa reivindicativo aguerrido. Pode ser que o co-governo ganhe fôlego com os capitais operando no Brasil e amanse a fúria golpista da Fiesp", escreve Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Segundo ele, "a saída para a política econômica recessiva é o poder de pressão da maioria traduzido em política direta e ações com poder de veto diante do desgoverno feito por arrependidos para adular o andar de cima que não os querem como elite dirigente".

Eis o artigo. read full story / add a comment
Como era de se esperar, Sardenberg compara Lula e Dilma a Fernando Henrique Cardoso (FHC) e aquele que seria sua grande inspiração, o ex-primeiro ministro espanhol, Felipe González.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday January 06, 2016 07:50 by BrunoL   image 1 image
05 de janeiro de 2016, por Bruno Lima Rocha

Em plena véspera de Natal de 2015 (24/12/2015), o jornalista de economia das Organizações Globo, Carlos Alberto Sardenberg publicou um artigo de opinião na página 14 do jornal O Globo com o título “Uma esquerda neoliberal?”. No texto, o experiente comunicador, especializado na área de economia e defensor explícito dos paradigmas do neoliberalismo, afirma uma teoria de tipo conspiratória, onde acusa o pacto do Lulismo, e em especial o governo de Dilma Rousseff, no primeiro ano de seu segundo mandato, de haver indicado o hoje ex-ministro da Fazenda Joaquim Levy para não fazer nada e apenas dar alguma satisfação “ao mercado”. O texto de quatro colunas necessitaria de ao menos o triplo de palavras para dissecar as confusões geradas quando este tipo de difusão vulgar da economia e da política atinge a massa de leitores e receptores que hoje acompanham a crise brasileira. read full story / add a comment
Marcha contra o impeachment promovida pelas forças de centro-esquerda
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Monday December 21, 2015 03:33 by BrunoL   image 1 image
20 de dezembro de 2015, Bruno Lima Rocha

Na tarde de 16 de dezembro, enquanto o ministro relator Luiz Edson Fachin proferia seu voto contrariando a tese da ADPF impetrada pelo PC do B, a base de centro-esquerda (ou ex-esquerda como prefiro) iam à forra contra a UDN e ocupavam simbolicamente as ruas do país. Foi um ato com alguma pujança e grande parte desta reviravolta se deve ao processo de impeachment, iniciado como forma de chantagem através do ainda presidente da Câmara Eduardo Cunha (PMDB-RJ). Sinceramente, vejo como positiva toda e qualquer ação a ocupar os espaços públicos, ainda que opere como correia de transmissão de um governo de centro-direita. Ou seja, aqui a crítica não é terem ido para a rua contra o impeachment, mas sim fazer coro com a direita que governa e jogar para a torcida, dizendo-se "contra o ajuste fiscal" e nada fazendo a este respeito. read full story / add a comment
El desgaste mayor, vino con las acusaciones contra Cunha en la Operación Lava Jato. Desde entonces, del parlamento dio inicio a una serie de retaliaciones al gobierno para llegar, finalmente, al pedido de impeachment de la presidente Dilma.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Monday December 14, 2015 20:20 by BrunoL   image 1 image
14 de diciembre 2015, Bruno Lima Rocha

Análisis de coyuntura después de la votación (Parte- 1)

Este año comenzó en noviembre de 2014 (poco después de la reelección de Dilma) y parece que no tendrá fin. El 2015 comenzó caliente. Aún en el verano pasado, el gobierno corrió para estrechar relaciones con el PMDB, sin percibir que perdería el control de la situación.
read full story / add a comment
Eduardo Cunha é um homem forte no baixo clero do parlamento deu início a uma série de retaliações ao governo para chegar, enfim, ao pedido de impeachment da presidente Dilma.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Monday December 14, 2015 07:49 by BrunoL   image 1 image
11 de dezembro de 2015, Bruno Lima Rocha

"O problema aqui é – literalmente - a base podre do governo. A herança maldita do lulismo para a esfera política traz um conjunto de manobras sem fim e quebra de lealdades além de um projeto pífio de capitalismo periférico vinculado ao agente econômico oligopolista atuando no Brasil", escreve Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Double Issue 5/6 of Tokologo, the Newsletter of the TAAC, now available

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Sun 29 May, 09:58

browse text browse image

manifportoalegre.jpg imageNon farsi intimidire, non smobilitare! Tutta la nostra solidarietà al compagno Vicente! 23:46 Fri 20 Feb by Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

Il compagno Vicente, come altri militanti ed attivisti di altre organizzazioni, di altri collettivi e di altre ideologie non è il primo e non sarà l'ultimo giovane nero ed anarchico ad essere condannato in questo Brasile razzista. Migliaia di persone nere ed in condizione di povertà vengono sterminate e condannate quotidianamente dalla polizia militare all'interno di questo sistema giudiziario borghese e razzista. [Português]

460_0___30_0_0_0_0_0_manifportoalegre_2.jpg imageΑλληλεγγύη μας στο&#... 18:20 Tue 10 Feb by Federação Anarquista Gaucha 0 comments

Ο σύντροφος Vicente, όπως και άλλοι αγωνιστές και μαχητές από άλλες οργανώσεις, συλλογικότητες και ιδεολογίες δεν ήταν ο πρώτος και δεν θα είναι ο τελευταίος μαύρος και αναρχικός νεολαίος που θα έχει καταδικασθεί σε αυτό το ρατσιστικό κράτος της Βραζιλίας. Χιλιάδες μαύροι και φτωχοί άνδρες και γυναίκες εξοντώνονται και καταδικάζονται καθημερινά από τη στρατιωτική αστυνομία και το ρατσιστικό σύστημα της αστικής δικαιοσύνης.

manifportoalegre.jpg imageSin dejarse intimidar, sin desmovilizar!. Toda nuestra solidaridad con el compañero Vicente! 14:07 Tue 10 Feb by Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

Enero de 2015. En las vísperas de retome de las luchas contra el aumento de los pasajes y en defensa de un transporte 100% público en Porto Alegre, recibimos la noticia de sentencia dada al compañero Vicente, militante de la Federación Anarquista Gaúcha (FAG) y luchador social del Bloque de lucha por el Transporte Público de Porto Alegre. Vicente está siendo condenado a un año y medio de prisión por daño al patrimonio público y crimen ambiental, “crímenes” que se habrían cometido en abril de 2013 durante una manifestación del Bloque de Lucha frente a la Prefectura de Porto Alegre. Se trata de la primer condena en Porto Alegre y para nosotros una clara tentativa de intimidar y meter miedo al conjunto de los luchadores y organizaciones que se están rearticulando las luchas en este inicio de 2015. Un expediente político e histórico utilizado por los sectores dominantes de nuestra ciudad y de todo el mundo: el encarcelamiento de los que se levantan. No nos desmovilizaremos y nuestra solidaridad será militante en las calles!!! [Português]

manifportoalegre_2.jpg imageDo not be intimidated, do not demobilise! All our solidarity with comrade Vicente! 16:39 Mon 09 Feb by Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

Comrade Vicente, like other militants and fighters from other organisations, collectives and ideologies was not the first and will not be the last black and anarchist youth to be sentenced in this racist Brazil. Thousands of black and poor men and women are exterminated and condemned daily by the military police and the racist and bourgeois justice system. It is to them that our militant solidarity is and will be directed alongside every worker with whom we raise our fists. We will not be intimidated and in every street march, picket, strike and occupation we will be shoulder to shoulder with all those who struggle! [Português] [Français]

manifportoalegre_1.jpg imageNe pas se faire intimider, ne pas démobiliser ! Toute notre solidarité avec le compagnon Vicente ! 12:28 Sat 07 Feb by Federação Anarquista Gaúcha 0 comments

Le compagnon Vicente, tout comme d'autres militant-e-s d'autres organisations, collectifs et idéologies, n'est pas le premier et ne sera pas le dernier jeune noir et anarchiste à être condamné dans ce Brésil raciste. Ce sont des milliers d'hommes et de femmes noir-e-s et pauvres exterminé-e-s et condamné-e-s quotidiennement par la police militaire et par la justice bourgeoise et raciste. C'est vers elles et eux que notre solidarité est dirigée et c'est ensemble avec chaque travailleur/euse que nous serrerons nos poings. Nous ne nous ferons pas intimider et dans chaque manifestation de rue, piquet, grève, occupation nous serons épaule contre épaule avec toutes celles et tous ceux qui luttent ! [Português] [English]

tropa_de_choque_em_sc3a3o_paulo_1.jpg imageContro i Mondiali e contro la repressione: seminare lotta e organizzazione! 14:50 Thu 26 Jun by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

L'insieme di lotte e conflitti sindacali e sociali in corso nel paese prima e durante i Mondiali di Calcio tiene sotto pressione il governo federale, alcuni governi statali, municipi e padroni, generando una guerra dei nervi nei principali centri urbani del paese. [Português

cab.jpg imageCampagna "La protesta non è un crimine!" 05:18 Mon 23 Jun by Coletivo Anarquista Bandeira Negra 0 comments

L'anno scorso, le strade delle città del Brasile vennero attraversate da diverse manifestazioni. Rivendicazioni per il trasporto pubblico a tariffa zero, scioperi di diverse categorie che ruppero con le dirigenze sindacali burocratizzate e mobilitazioni contro i danni provocati dalla Copa do Mundo crearono uno scenario di delegittimazione e di rottura degli oppressi verso lo Stato ed il Capitale.

fob.jpg imageSolidariedade aos companheiros e companheiras da FOB de Rosário 18:28 Mon 07 Apr by Coordenação Anarquista Brasileira (CAB) 0 comments

Difundimos a mensagem de denúncia dos atentados e ameaças que companheiros e companheiras da Federación de Organizaciones de Base (FOB) de Rosário têm sofrido por parte do crime organizado articulado com membros do Estado.

as.jpg imageParution en français du livre "Anarchisme social et organisation" de la FARJ 20:12 Tue 22 Oct by Brasero Social 0 comments

Un livre pour comprendre l’especifismo, courant organisateur anarchiste né en amérique latine

farjsol.jpg imageSolidarité avec ceux et celles qui sont persécutéEs par le terrorisme d'Etat à Rio de Janeiro 21:13 Tue 15 Oct by Federação Anarquista do Rio de Janeiro 0 comments

Nous, membres de la Fédération Anarchiste de Rio de Janeiro, dénonçons de manière véhémente les actes récents de persécution mis en œuvre par l'Etat brésilien à Rio de Janeiro. Nous voulons affirmer notre solidarité avec les camarades du Frente independente Populair (Front indépendant Populaire), l'Organização Anarquista Terra e Liberdade (Organisation Anarchiste Terre et liberté - OATL) et l'ensemble des nombreux camarades (17 mandats de perquisitions) qui ont été reveilléEs par les cris de la Police fédérale et de la Police civile frappant à leur porte. [Português]

more >>

imageNo rastro da nova-velha direita e o giro reacionário do senso comum brasileiro – 1 May 27 by BrunoL 0 comments

23 de maio de 2016, Bruno Lima Rocha

Introdução

Neste primeiro artigo para o Comitê em Defesa da Democracia a ser publicado no Jornal Já e redistribuído através das redes alternativas, inicio uma breve série tentando mapear a nova (velha) direita. O objetivo deste e dos textos que seguem é tentar identificar a origem contemporânea do giro reacionário do senso comum brasileiro e suas similitudes com o conservadorismo dos EUA, e, por consequência, a transferência do léxico, do glossário e das identidades políticas gestadas no interior do sistema político do Império. Entendo que, se identificarmos os focos domésticos e internacionais do pensamento conservador, reacionário, ultraliberal e com laços neofascistas, estaremos aptos a tentar estancar o que venho afirmando como “fedor de linha chilena” tendo vasto crescimento no Brasil.

imageO afastamento da presidente Dilma Rousseff. Uma reflexão crítica pela esquerda May 17 by BrunoL 0 comments

16 de maio de 2016, Bruno Lima Rocha

O Senado concluiu por volta de 6h30min da manhã de 12 de maio de 2017 um golpe branco, perfeitamente orquestrado, afastando a presidente reeleita Dilma Rousseff, por 55 votos a favor do afastamento contra 22 pela manutenção no cargo. Com esta votação, o PMDB chega ao poder pela terceira vez de forma indireta. Antes com Tancredo Neves e José Sarney em 1985, no retorno de Itamar Franco para a legenda de Ulisses Guimarães em 1992 após o impeachment de Fernando Collor de Mello e agora com Michel Temer assumindo o Planalto por ter sido reeleito na mesma chapa da ex-guerrilheira. Dilma recebera 54 milhões de votos em 2014 e trazia consigo o vice-presidente eleito com ela em 2010, através de uma aliança defendida ainda no governo pelo ex-ministro da Casa Civil de Lula, José Dirceu de Oliveira e Silva em 2005 e ampliada pela hoje presidente afastada quando a mesma fora indicada para a pasta antes ocupada pelo ex-todo poderoso capa preta da legenda petista.

imageLa crisis política y las formas posibles extravíos y de la democracia brasileña May 17 by BrunoL 0 comments

16 de mayo de 2016, Bruno Lima Rocha

Brasil está pasando por un momento muy interesante, desde un punto de vista analítico y sin esperanza para aquellos que quieren transformar la sociedad brasileña igualitaria según el punto de vista. Sería una ilusión no ver que estamos frente a un golpe consumado dentro de los ritos formales de nuestro marco legal e institucional.

imageO golpe no Brasil: duas variáveis externas incidem no ambiente doméstico May 08 by BrunoL 0 comments

06 de maio de 2016, Bruno Lima Rocha

Neste breve texto, desenvolvo duas ideias complementares. Uma, diz respeito ao aval de legitimação recusado pela mídia anglo-saxã e europeia diante do movimento de golpe com cobertura de impeachment no Brasil. Na segunda, outra dimensão substantiva do golpe, quando o Parlamento brasileiro assume parcelas importantes do Poder de Estado, justamente para diminuir a capacidade de intervenção do Estado na ordem social, em especial no que diz respeito das bases da Constituição de 1988 em seus aspectos mais progressistas e garantistas de distribuição de renda, reforçando as funções públicas e democratizantes do aparelho de Estado. Este pacto de 1988, este pacto pós-abertura política, está findando e assim o sistema político (implodindo por poluição de excesso de siglas) se polariza na multiplicidade de representantes com cada vez menos legitimidade nesta mesma representação. Vamos ao debate, pois a conjuntura brasileira arde e urge por este.

imageO 1° de Maio em meio à crise final do projeto “Democrático-Popular” May 03 by Coordenação Anarquista Brasileira 0 comments

Os 14 anos de hegemonia do projeto democrático popular chegam a sua saturação final. Nestes últimos anos a esquerda não governista esteve em meio a uma luta para conformar uma alternativa a esse bloco. Cada setor, cada organização concebeu, a sua maneira, o que seria essa alternativa. Mas no fim, não foi capaz de presenciar alguma proposta que disputasse com o bloco governista nas lutas populares. Isso, por sua vez, não tirou de cena o surgimento de inúmeras experiências que transbordam ensinamentos e avanços difíceis de medir precisamente. Das “greves selvagens” e das revoltas nas obras do PAC, passando pelas jornadas de junho em 2013, a luta por moradia nas grandes cidades e a recente onda de ocupações de escolas por estudantes secundaristas em São Paulo, Goiânia, Rio de Janeiro e Belém mostram que em meio às trevas da ofensiva reacionária, também vai se afirmando uma nova geração de lutadores e lutadoras. Uma geração que não se formou pelas estruturas tradicionais de luta e organização que a esquerda construiu nas últimas décadas, por isso mesmo, uma geração refratária aos métodos e à cultura destas estruturas.

more >>

imageNon farsi intimidire, non smobilitare! Tutta la nostra solidarietà al compagno Vicente! Feb 20 FAG 0 comments

Il compagno Vicente, come altri militanti ed attivisti di altre organizzazioni, di altri collettivi e di altre ideologie non è il primo e non sarà l'ultimo giovane nero ed anarchico ad essere condannato in questo Brasile razzista. Migliaia di persone nere ed in condizione di povertà vengono sterminate e condannate quotidianamente dalla polizia militare all'interno di questo sistema giudiziario borghese e razzista. [Português]

imageΑλληλεγγύη μας στο&#... Feb 10 Anarkismo 0 comments

Ο σύντροφος Vicente, όπως και άλλοι αγωνιστές και μαχητές από άλλες οργανώσεις, συλλογικότητες και ιδεολογίες δεν ήταν ο πρώτος και δεν θα είναι ο τελευταίος μαύρος και αναρχικός νεολαίος που θα έχει καταδικασθεί σε αυτό το ρατσιστικό κράτος της Βραζιλίας. Χιλιάδες μαύροι και φτωχοί άνδρες και γυναίκες εξοντώνονται και καταδικάζονται καθημερινά από τη στρατιωτική αστυνομία και το ρατσιστικό σύστημα της αστικής δικαιοσύνης.

imageSin dejarse intimidar, sin desmovilizar!. Toda nuestra solidaridad con el compañero Vicente! Feb 10 FAG 0 comments

Enero de 2015. En las vísperas de retome de las luchas contra el aumento de los pasajes y en defensa de un transporte 100% público en Porto Alegre, recibimos la noticia de sentencia dada al compañero Vicente, militante de la Federación Anarquista Gaúcha (FAG) y luchador social del Bloque de lucha por el Transporte Público de Porto Alegre. Vicente está siendo condenado a un año y medio de prisión por daño al patrimonio público y crimen ambiental, “crímenes” que se habrían cometido en abril de 2013 durante una manifestación del Bloque de Lucha frente a la Prefectura de Porto Alegre. Se trata de la primer condena en Porto Alegre y para nosotros una clara tentativa de intimidar y meter miedo al conjunto de los luchadores y organizaciones que se están rearticulando las luchas en este inicio de 2015. Un expediente político e histórico utilizado por los sectores dominantes de nuestra ciudad y de todo el mundo: el encarcelamiento de los que se levantan. No nos desmovilizaremos y nuestra solidaridad será militante en las calles!!! [Português]

imageDo not be intimidated, do not demobilise! All our solidarity with comrade Vicente! Feb 09 FAG 0 comments

Comrade Vicente, like other militants and fighters from other organisations, collectives and ideologies was not the first and will not be the last black and anarchist youth to be sentenced in this racist Brazil. Thousands of black and poor men and women are exterminated and condemned daily by the military police and the racist and bourgeois justice system. It is to them that our militant solidarity is and will be directed alongside every worker with whom we raise our fists. We will not be intimidated and in every street march, picket, strike and occupation we will be shoulder to shoulder with all those who struggle! [Português] [Français]

imageNe pas se faire intimider, ne pas démobiliser ! Toute notre solidarité avec le compagnon Vicente ! Feb 07 FAG 0 comments

Le compagnon Vicente, tout comme d'autres militant-e-s d'autres organisations, collectifs et idéologies, n'est pas le premier et ne sera pas le dernier jeune noir et anarchiste à être condamné dans ce Brésil raciste. Ce sont des milliers d'hommes et de femmes noir-e-s et pauvres exterminé-e-s et condamné-e-s quotidiennement par la police militaire et par la justice bourgeoise et raciste. C'est vers elles et eux que notre solidarité est dirigée et c'est ensemble avec chaque travailleur/euse que nous serrerons nos poings. Nous ne nous ferons pas intimider et dans chaque manifestation de rue, piquet, grève, occupation nous serons épaule contre épaule avec toutes celles et tous ceux qui luttent ! [Português] [English]

more >>
© 2005-2016 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]