user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week
No contentos en cortar R$ 26 mil millones de un presupuesto apretado, cuyo montante alocado para los gastos con el ajuste rentista, que equivale cerca de 40% a 45% del presupuesto de la Unión.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Wednesday October 07, 2015 09:52 by BrunoL   image 1 image
06 de octubre 2015, Bruno Lima Rocha.

Introducción: De las medidas recesivas del equipo económico de la Presidencia brasileña

Las medidas anunciadas por los ministros Joaquim Levy (Hacienda) y Nelson Barbosa (Planificación) anuncian los recortes generales en el Palacio del Planalto (sede del gobierno de Brasil) para asegurar la arbitraria meta, de superávit (deseables 0.7% para 2016, según la indicación del propio ministro de la Hacienda) y el vergonzoso e inmoral volumen de R$ 35 mil millones de reales de intereses para el espolio del pago permanente de la deuda interna.
read full story / add a comment
Quem governa com chantagistas acaba sendo chantageado. Cunha empurra e Temer puxa o tapete, dizendo que a reforma ministerial e o enxugamento das pastas geraria "instabilidade na base".
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday September 30, 2015 09:08 by BrunoL   image 1 image
29 de setembro de 2015, Bruno Lima Rocha.

"O país já não vive um risco real de impeachment por direita sendo que o governo já está à direita, tão à direita que é governado pelo PMDB, sofre oposição do PMDB e tem como núcleo duro uma área econômica blindada e a mando dos grandes operadores do cassino especulativo. A nova direita perdeu, a UDN está enredada pelas artimanhas de Cunha e os contragolpes no Judiciário e a ex-esquerda dividindo a base social ainda passível de mobilização entre uma louca posição de apoio crítico a um governo moribundo, mesmo quando convocam a Frente Brasil Popular reeditando os quadros desenvolvimentistas e ainda ilibados do partido comandado por Lula", analisa Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
A agência de “análise” de risco Standard & Poor’s (S&P) foi condenada pelas autoridades dos EUA a pagar uma multa de Usd 1,37 bilhão de dólares pelas fraudes cometidas na chamada crise da bolha imobiliária e falência de bancos de investimentos.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Sunday September 20, 2015 09:35 by BrunoL   image 1 image
19 de setembro de 2015, Bruno Lima Rocha.

Enquanto o pensamento à esquerda estiver sob a hegemonia do pacto lulista seremos reféns da traição sistemática, com ou sem 'apoio crítico' e as bravatas de sempre", alerta Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
A nota do Brasil baixara de BBB- para BB+, o que na prática implica em aumentar o custo do investimento de capital volátil no país. Obviamente a ausência de contraditório em rede aberta foi quase inexistente ou simplesmente nula.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Saturday September 19, 2015 03:03 by BrunoL   image 1 image
Por Bruno Lima Rocha*

É consenso nos defensores da teoria crítica e pesquisadores da Economia Política da Comunicação (EPC) a compreensão de que as grandes corporações midiáticas, além de operarem como agentes econômicos, também são verdadeiros partidos políticos além de produtores de sentido e ideologia no intuito de reproduzir ideias-pensáveis, como afirma o Modelo de Propaganda de Noam Chomsky e Edward Herman.
read full story / add a comment
As práticas gorilas, como as manifestadas nas ruas do Brasil quando a direita ideológica e neoliberal sai às ruas aos domingos, estão justamente expressas no afastamento do Brasil para com a América Latina.
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinião / análise Monday September 14, 2015 09:36 by BrunoL   image 1 image
13 de setembro de 2015, Bruno Lima Rocha.

"A demência da nova direita brasileira está realmente abusando. Alguns cartazes e gritos de guerra trazidos a público no Brasil em 16 de agosto de 2015 lembram a operação anterior ao golpe contra o governo Salvador Allende, derrubado em 11 de setembro de 1973. No Brasil do terceiro turno, temos o desprazer de ler frases como “Foda-se a Venezuela”, o clássico “Vai para Cuba”, ou então coro político cantando: “Pé na bunda dela, isso aqui não é a Venezuela!”. E, obviamente, lado a lado com os neoliberais marcham saudosos da ditadura brasileira, incluindo faixas em inglês pedindo intervenção do Comando Sul dos EUA no Brasil", escreve Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo. read full story / add a comment
libera1652.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / movimento anarquista / link para pdf Wednesday September 09, 2015 18:17 by Federação Anarquista do Rio de Janeiro   image 1 image
Está disponível o mais recente número do Libera, de número 165. Nesta edição, o editorial traz um texto recentemente publicado em nosso endereço eletrônico com o título “O que restou de Junho – Uma reflexão sobre o pós-2013“. read full story / add a comment
domingos.jpe
brazil/guyana/suriname/fguiana / history of anarchism / opinion / analysis Wednesday September 09, 2015 17:34 by Renato Ramos and Alexandre Samis   image 1 image
We do not know the precise year of Passos’s birth (it was probably towards the end of the 19th century), but, from the books of Edgar Rodrigues, we know that he was born in Rio de Janeiro state. We find his first appearance in social struggles of the time as a UOCC delegate at the 3rd Brazilian Workers’ Congress (1920) at which he was elected as travel secretary for the Brazilian Workers’ Confederation (COB). Passos had been selected for that post because he stood out in the ranks of the organised proletariat on account of his intellect and oratorical gifts which he had honed in the day to day struggles of his trade. read full story / add a comment
En el Brasil del tercer turno, tenemos el dolor de leer frases como “. Que se joda la Venezuela”, el clásico “Va para Cuba”, o entonces coro político cantando: “Patada en el culo de ella, eso aquí no es Venezuela!”.
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinión / análisis Tuesday September 08, 2015 02:45 by BrunoL   image 1 image
07 de septiembre 2015, Bruno Lima Rocha.

Es tiempos de avanzada de la nueva derecha ideológica brasileña, se nota el retorno de una vieja práctica política latino-americana. En la mitad del siglo XX vivíamos en América Latina una paradoja, por un lado, había algunos gobiernos con cortes nacionalistas y llamamientos populares (y populistas).
read full story / add a comment
Se as condições de permanência de Joaquim Levy forem manter a maldita Taxa Selic por mais 12 meses batendo nos índices de 14,25% ao mês, então não haverá outra saída a não ser avançar nos recortes das políticas sociais.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Monday September 07, 2015 22:43 by BrunoL   image 1 image
06 de setembro de 2015, Bruno Lima Rocha.

"Estamos diante de um momento crítico de reversão de expectativas e com retirada de políticas públicas. Piora o cenário a recessão inflacionada provocada pela elevação de preços administrados. A hora é de enfrentar a crise do modelo e não de atirar salva-vidas para quem escolheu governar com a direita por dentro do governo que, eleito no 2º governa de fato no e 3º turno", escreve Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
Por más escándalos en sucesión que existan (y son reales) no hay nada concreto envolviendo directamente la figura de la presidenta.
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinión / análisis Tuesday September 01, 2015 05:34 by BrunoL   image 1 image
31 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

Cuando escribí el último análisis de coyuntura (los produzco semanalmente para los medios alternativos brasileños), me referí al hecho de que la derecha post-moderna, salga a las calles pidiendo un recurso casi inalcanzable. El debate acerca de una salida presidencial, tiene más repercusión en los círculos de la nueva derecha, que las condiciones concretas para su realización.
read full story / add a comment
Ainda que a vontade política da maioria da Câmara Federal comandada pelo deputado federal Eduardo Cunha (PMDB-RJ) seja pelo impedimento da presidente Dilma Rousseff, em havendo irregularidades, estas teriam de ocorrer a partir de 1º de janeiro de 2015.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Sunday August 30, 2015 10:53 by BrunoL   image 1 image
28 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

"Há uma evidente confluência de ideias-guia entre os que defendem o impeachment nas ruas (os grupos neoliberais) e os políticos de tradição oligárquica no Congresso Nacional. É por isso que no atual momento o povo perde de todos os lados. Seja pela direita que é governo, com o tucano e Chicago Boy Joaquim Levy à frente da pasta do Ministério da Fazenda (o mais importante dos ministérios); seja pela Agenda Brasil e a “salvação” do governo implicando em abrir mão de quase tudo para manter o mandato; seja pela oposição política formal que sem nenhum pudor apresenta um projeto entreguista de exploração de petróleo como o do senador José Serra (PSDB-SP), e na ponta direita da política, o povo brasileiro corre sério risco se as ideias reacionárias expressas nas ruas de 16 de agosto se tornarem realidade em alguma proporção. Logo, há muito mais em jogo do que a continuidade institucional a qualquer custo", constata Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo. read full story / add a comment
As manifestações passaram na TV com a ausência de contraditório, sem que nenhum repórter tenha sequer colocado um microfone em cadeia nacional na boca dos que diziam querer intervenção militar.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday August 25, 2015 01:42 by BrunoL   image 1 image
24 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

"Ou o que resta de base social mobilizada ou desembarca de vez do governo e acaba com qualquer resto de duplo discurso como o do tal "apoio crítico" ou toda a esquerda vai pagar um preço alto demais se tudo ruir", escreve Bruno Lima Rocha, professor de de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
As manifestações passaram na TV com a ausência de contraditório, sem que nenhum repórter tenha sequer colocado um microfone em cadeia nacional na boca dos que diziam querer intervenção militar.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday August 25, 2015 01:41 by BrunoL   image 1 image
24 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

"Ou o que resta de base social mobilizada ou desembarca de vez do governo e acaba com qualquer resto de duplo discurso como o do tal "apoio crítico" ou toda a esquerda vai pagar um preço alto demais se tudo ruir", escreve Bruno Lima Rocha, professor de de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
A semana que culmina com o ato da UDN pós-moderna pedindo o impeachment de Dilma Rousseff (no domingo dia 16 de agosto) traz a proposta de nova articulação com a mesa do Senado.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Sunday August 16, 2015 09:56 by BrunoL   image 1 image
14 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

"Talvez a saída para brecar o golpe em andamento venha do andar de cima. O desempate pode sair do que resta de empresariado nacional que, assustado com a Lava Jato e não predisposto a abrir mão de tudo em função de uma ideologização neoliberal inconsequente, pode pender para a governabilidade. Se avançar a CPI do BNDES vão criminalizar o financiamento das empresas estratégicas. Isso é simplesmente o núcleo central de acumulação capitalista no Brasil. Portanto, freá-lo é inviabilizar o país dentro do modo de produção vigente", analisa Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo. read full story / add a comment
José Dirceu foi novamente preso, desta vez na 17ª fase da Operação Lava-Jato, na manhã de 03 de agosto de 2015. Ele não abre nada, nunca abriu, assim como Dilma.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday August 05, 2015 10:48 by BrunoL   image 1 image
04 de agosto de 2015, Bruno Lima Rocha

"Dirceu não abre e nem gagueja na hora do depoimento. Entendo que Dirceu macula e lastima ex-combatentes da ditadura. O ex-Ministro forte de Lula está do lado errado do conflito social, opera com a mentalidade do antigo inimigo de classe, e atua de forma assemelhada a Rodolfo Galimberti brasileiro e vai se comportar do mesmo jeito de sempre; sem entregar ninguém e menos ainda ceder a pressões externas", opina Bruno Lima Rocha, professor de Relações Internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
O perfeito idiota latino-americano em sua versão brasileira mais explícita.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday July 28, 2015 10:13 by BrunoL   image 1 image
26 de julho de 2015, Bruno Lima Rocha

As frases são sempre as mesmas: "Populismo fiscal, suporte do Estado e fraude política a caminho"....assistimos a teleconferência apregoando o Manual do perfeito idiota daqueles que nos xingam de idiotas latino-americanos sendo aplicado.

Assistindo o programa Globonews Painel (deste sábado 25 de julho de 2015), cuja bancada era composta por dois economistas vinculados a consultorias privadas e um colega da ciência política igualmente vinculado a outra consultoria, me dei conta que há um tema de fundo nesta crise política. No primeiro mandato de Dilma, o ministro Guido Mantega de fato tentou uma inflexão desenvolvimentista, mas sem uma base social mobilizada e tampouco a predisposição do partido de governo para confrontar a sangria desatada de mais de 40% do orçamento da União para a especulação da agiotagem rentista. No segundo turno de 2014, houve uma eleição plebiscitária cuja chapa vitoriosa aceitou o brete do rentismo e chamara um ministro da Fazenda que apoiara Armínio Fraga para tomar conta do caixa da 8a economia do mundo. read full story / add a comment
curdacazp.jpg
brazil/guyana/suriname/fguiana / community struggles / opinião / análise Tuesday July 14, 2015 21:27 by Coletivo Anarquista Zumbi dos Palmares (CAZP)   image 1 image
A cidade que passou ao longo de sua existência a aglutinar o conjunto da população que antes ocupava em maior número o campo, e que buscava uma forma de organização societária de maneira a atender o bem coletivo, foi aos poucos sendo atravessada por uma relação de poder específica, denominada de domínio, que surgiu com a divisão em classes sociais e que implicava que a organização da vida atendia os interesses de uma minoria em detrimento da maioria. Isso permitiu o desenvolvimento do Estado, sendo um instrumento que sempre serviu aos interesses das classes dominantes, disfarçando sua política essencialmente opressora das mais variadas formas. read full story / add a comment
O poder de veto da população organizada barrou a barbárie na 4ª feira 01 de julho de 2015, mas os custos desta mobilização podem ser menos extensos do que o poder de manipulação regimental de Eduardo Cunha e suas péssimas companhias.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Friday July 10, 2015 08:55 by BrunoL   image 1 image
09 de julho de 2015, Bruno Lima Rocha

"Neste momento da política brasileira, com a presidente se equilibrando com 9% de apoio declarado; com o partido de governo recebendo “bola nas costas” de Lula, o líder com poder de veto e que melou o congresso do PT; com a canha rentista forçando uma inflação baseada em preços controlados; e, com a desinformação estrutural estruturando falsas consciências viralizadas nas redes sociais brasileiras, a conclusão é óbvia. Os setores que tiverem direitos adquiridos e não se mobilizarem, recusando-se a organização de tipo reivindicativo e classista, simplesmente corre o risco de perdê-lo. O Tea Party brasileiro existe embora seja multifacetado e chegou às raiais da desfaçatez. Sua meta passa por cumprir a profecia auto anunciada por Fernando Henrique Cardoso. Ao avançar no desmonte da herança varguista, irão pelo ralo também as estruturas da regulação do mundo do trabalho e boa parte dos direitos conquistados na Constituição de 1988. Todo o cuidado é pouco", escreve Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais.

Eis o artigo.
read full story / add a comment
Para Luiz Inácio, ao que parece, é mais relevante preservar seu próprio capital político do que ver-se associado ao naufrágio do modelo por ele próprio inaugurado.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Saturday June 27, 2015 10:51 by BrunoL   image 1 image
"No Brasil o lobby formal é proibido, mas os setores empresariais com mais poder de pressão conseguem isentar-se das medidas mais duras. Observamos uma cadeia alimentar, onde o setor financeiro-especulativo comanda; seguido dos setores com poder empresarial para fechar grandes contratos de governo ou arcar com a infra-estrutura do país e após setores específicos - alguns voltados para exportação - com condições de influência sobre bancadas estaduais e federais. O aumento do custo da geração de emprego direto para o empregador faz parte da fórmula da ortodoxia neo-neo monetarista e o resultado societário é horrível", constata Bruno Lima Rocha, professor de ciência política e de relações internacionais. read full story / add a comment
A solução dada pelo partido de governo para o governo de coalizão é guinar à direita e hipotecar a sua própria base restante.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday June 16, 2015 03:56 by BrunoL   image 1 image
15 de junho de 2015, Bruno Lima Rocha

Tendo como pano de fundo o 5º Congresso Nacional do PT, Bruno Lima Rocha, jornalista e cientista político, professor de Relaões Internacionais, afirma "o lulismo vai deixar uma sequela ideológica difícil de ser superada tanto nesta agrupação política como na sociedade brasileira".

Segundo ele, "superar o paradigma do pacto de classes e do minimalismo vai exigir profunda autocrítica e radicalidade através das bases sociais mobilizadas".
read full story / add a comment
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
#Nobastan3Causales: seguimos luchando por aborto libre en Chile

Front page

[Colombia] Entre la crisis actual y las posibilidades latentes

Nota sobre o atual cenário da luta de classes no Brasil

Devrimci Anarşist Faaliyet: "The state’s project of eliminating revolutionary opposition hasn’t finished yet"

Μετά την καταστροφή τι;

Aufruf zur Demonstration am 2.9.2018 in Unterlüß "Rheinmetall entwaffnen – Krieg beginnt hier"

Mass protest in central and southern Iraq

Ecology in Democratic Confederalism

[Colombia] Perspectivas sobre la primera vuelta de las elecciones presidenciales de Colombia 2018

Call for Solidarity with our Russian Comrades!

8 reasons anarchists are voting Yes to Repeal the hated 8th

Comunicado de CGT sobre la Nakba, 70 años de dolores para el Pueblo Palestino

[ZAD] Les expulsions ont commencé, la zad appelle à se mobiliser

Assassinato Político, Terrorismo de Estado: Marielle Franco, Presente!

La Huelga General del 8 de Marzo, un hito histórico

A intervenção federal no Rio de Janeiro e o xadrez da classe dominante

Halklarla Savaşan Devletler Kaybedecek

Σχετικά με τον εμπρησμό

Ciao, Donato!

[Uruguay] Ante el homicidio de un militante sindical: Marcelo Silvera

[Argentina] Terrorista es el Estado: Comunicado ante el Informe Titulado "RAM"

[Catalunya] Continuisme o ruptura. Sobre les eleccions del 21D

Reconnaissance par Trump de Jérusalem comme capitale d'Israël : de l'huile sur le feu qui brûle la Palestine

Noi comunisti anarchici/libertari nella lotta di classe, nell'Europa del capitale

Luttons contre le harcèlement et toutes les violences patriarcales !

© 2005-2018 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]