user preferences

Upcoming Events

Economy

No upcoming events.
samson600.jpg
greece / turkey / cyprus / economy / opinion / analysis Thursday February 05, 2015 22:04 byandrew   image 1 image
Do we live in an economy or in a society? Last night Europe's central bankers sent the clear message they expect us to be the well behaved slaves of an economy rather than equals in a society. Less then two weeks after the Greeks had elected an anti-austerity government the ECB in effect told them they intended to block the promises of change that government was elected on. read full story / add a comment
En sus propuestas, trata “de analizar  el mercado" y otras tonterías,  lo que indica que el Estado, debe disminuir su papel y fortalecer su carácter de clase.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Monday February 02, 2015 00:15 byBrunoL   image 1 image
Por: Bruno Lima Rocha

Parece que por fin cayó la máscara, y el poder central asumió lo que ya pensaba en la llamada tercera vuelta de las elecciones presidenciales. Brasil tiene dos vueltas, siendo la tercera la no electoral, la que se negocia entre grupos de poder y partidos que han perdido las elecciones. Ahora los ganadores han expuestos su verdadero rostro o al menos la cara dura hegemónica. En la nota de la revista Carta Capital con fecha de 18 de enero de 2015 (escrita por el reportero Carlos Drummond) el ajuste fiscal aplicado por el Ministro de Hacienda, Joaquim Levy, se le caracterizó como "puñalada fiscal". read full story / add a comment
O protesto de metalúrgicos do ABC (em 12 de janeiro) contra as demissões na Volkswagen (cerca de 800) juntou trabalhadores também da Mercedes e da Ford, totalizando mais de 20.000 trabalhadores.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Tuesday January 20, 2015 04:43 byBrunoL   image 1 image
Parece que finalmente caiu a máscara e o poder central no 3º turno negociado expôs a sua verdadeira face – ou ao menos a face hegemônica. Na reportagem de CartaCapital de 18 de janeiro de 2015 (de Carlos Drummond) o ajuste fiscal aplicado pelo ministro da Fazenda Joaquim Levy foi caracterizado como "punhalada fiscal". O bom repórter da publicação que apoia o governo de centro-direita marcado pelo lulismo, ao ouvir fontes como dirigentes de centrais sindicais mais que acostumados a "dialogar" com o governo, as medidas implicam em tentativa de redução de déficit estrutural de 1,2% do PIB. A intenção de Levy e sua equipe (ou a equipe econômica indicada por Dilma, pós-graduada em economia pela Unicamp) como se sabe, intenta "sinalizar ao mercado" e outras balelas indicando que o Estado precisa diminuir seu papel e reforçar seu caráter de classe. Embora a sociedade brasileira seja bastante complexa para um país ocidental e o aparelho de Estado do governo central esteja recheada de interesses diretos e insulamentos tecnocráticos, no fundo o que está em jogo é a definição do caráter de classe do Estado e a diminuição do poder do voto individual na democracia indireta apresentada como melhor saída read full story / add a comment
internazionale / economia / opinione / analisi Saturday January 17, 2015 17:50 byDonato Romito
A giugno del 2014 il prezzo al barile era di 115 dollari. Da allora è in costante discesa, ed ora costa meno della metà.
Le cause sembrano essere principalmente tre:
1. l'economia mondiale sta consumando meno petrolio di quello che i mercati avevano anticipato,
2. l'OPEC ha prodotto più petrolio di quello atteso dai mercati,
3. i signori del petrolio americano (Nord Dakota e Texas) hanno puntato sullo shale-oil.
Naturalmente i tre fattori si intrecciano. read full story / add a comment
elections_greece.jpg
grecia / turchia / cipro / economia / comunicato stampa Tuesday January 13, 2015 18:00 byAlternativa Libertaria/FdCA   image 1 image
Le elezioni ed i parlamenti come è noto non sono - per il loro carattere interclassista - strumenti in grado di rappresentare gli interessi della classe lavoratrice e degli sfruttati. E se mai si dovesse paventare che l'esito delle urne possa spostare un po' gli equilibri politici a sfavore degli interessi capitalistici internazionali o di quel singolo Stato, può persino accadere che le elezioni diventino un pericoloso momento di partecipazione e di democrazia da scongiurare. read full story / add a comment
DAF militants are very active in supporting the Rojava Social Revolution
international / economy / opinion / analysis Sunday January 11, 2015 04:01 byBrunoL   image 1 image
Introduction: Since the Kobanê siege started I have been dedicated several hours per week to understand and divulgate as much as possible about this social revolution initiated in a combination of Apoism and the Syrian Civil War. As a militant, I always have been involved in international solidarity. As an Arab descendent, I always have been trying to find a reliable left-wing force combining direct action and internal democracy. As a scholar and a Professor of Geopolitics studying the region for more than 25 years, Rojava is a dream coming true. Here I start the first of some interviews to organizations with real experience in this process and on the ground. This one I’m talking to Devrimci Anarşist Faaliyet (DAF, or Revolutionary Anarchist Action). They have been very active in this activity and understand in details the whole Kurdish process, both in Rojava and inside the Turkish State frontiers. read full story / add a comment
Nesta charge a síntese de uma urgente necessidade política para além da farsa do “jogo de posições” e muito além das urnas da democracia indireta.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Saturday January 10, 2015 04:47 byBrunoL   image 1 image
Ao contrário da maior parte das postagens deste portal e os respectivos compartilhamentos, desta vez este analista se dá ao direito de ser 100% normativo. Proponho uma análise de tipo normativa (dever ser), partindo do ponto de vista de quem se posiciona pelo avanço da democracia em todos os níveis, estando a maioria organizada como agente coletivo com poder de veto diante das decisões verticais típicas de uma sociedade onde não há justiça social embora exista igualdade formal de direitos. O momento realmente é grave diante da crise do modelo do tímido keynesianismo tardio, do retrocesso localizado nas posturas neoliberais, defensoras dos astronômicos lucros do rentismo (alocando mais de 40% do orçamento da União apenas com a rolagem de juros da dívida odiosa) e partindo diretamente para o corte de direitos sociais e, por tabela, do volume de crédito e condições de vida. read full story / add a comment
bo_scr_14_3.jpg
italia / svizzera / economia / opinione / analisi Friday January 02, 2015 22:06 byToni Iero   image 1 image
Buona parte del mondo istituzionale continua a fingere (magari qualcuno lo crede anche …) pensando che sia sufficiente aspettare l’arrivo di una mitica ripresa economica per ritornare a stare come prima, mentre chi analizza con onestà intellettuale e libertà di giudizio il contesto economico non può che trarre considerazioni di ben altra natura. read full story / add a comment
Barack Obama e Raúl Castro localizam interesses confluentes na reaproximação diplomática e distensão comercial; tal ação pode gerar ganhos econômicos binacionais e o consequente enfraquecimento de posições ideológicas acirradas, por direita e por esquerda
internacional / economia / opinião / análise Tuesday December 23, 2014 08:40 byBrunoL   image 1 image
A reaproximação progressiva entre Estados Unidos e Cuba foi anunciada na tarde de 4ª, 17 de dezembro, com a solenidade devida. Simultaneamente, o presidente dos EUA Barack Obama e o comandante em chefe (com status de general) Raúl Castro, informaram ao mundo e em especial para a América Latina que as relações entre os dois países passarão por uma distensão progressiva. Vários são os eixos de análise possíveis para discutir o caso. Neste breve texto damos ênfase para a dimensão geopolítica, dentro da projeção dos EUA e suas esferas de influência diretas e indiretas para a América Latina e no Caribe. Também observo, sob um ângulo geoestratégico, a preocupação dos EUA com o aumento da presença de capitais chineses em Cuba e a franca adesão do chefe de Estado cubano a uma linha chinesa pós-Deng Xiao Ping. Reconheço que para a sociedade cubana e a percepção da ilha como espaço de resistência anti-imperialista em nosso continente, o ambiente doméstico dentro da terra de José Martí e a contraparte dos gusanos na interna da direita cubana-estadunidense é mais relevante. Deixo esta análise para outra ocasião, concentrando-me agora no aspecto estratégico para os Estados e não para as forças político-sociais correspondentes. read full story / add a comment
A sonegação fiscal é parte da agenda oculta do novo ministro banqueiro; o mesmo se dá com qualquer outro tema relacionado ao rentismo e a dívida odiosa.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday December 18, 2014 08:03 byBrunoL   image 1 image
17 de dezembro de 2014, Bruno Lima Rocha

No Brasil, a estimativa de perdas (ou gastos) com a corrupção é da ordem de R$ 69 bilhões de reais ao ano. Já a sonegação (sem contar a injustiça fiscal) chega a R$ 415 bilhões de reais. E, por fim, se da sonegação (e o sonegômetro quase ninguém fala), a gastança com a rolagem da dívida odiosa é ainda mais ocultada. Este gasto é da ordem de R$ 718 bilhões de reais ao ano! Esconder estes números e inverter as prioridades é o conluio da mídia hegemônica com os operadores do mercado financeiro e seus representantes, dentro e fora do governo de turno.
read full story / add a comment
marxes.jpg
iberia / economía / news report Tuesday December 16, 2014 18:58 byConfederación General del Trabajo   image 1 image
- Desde CGT se considera que se está ante un momento histórico en el devenir de las luchas obreras y sociales
- Se convocará una huelga general laboral, social y de consumo el 22 de octubre de 2015
- CGT entiende que la lucha es la única garantía de defensa de los derechos, gobierne quien gobierne read full story / add a comment
Kobanê è circondata dall'ISIS ed alle sue spalle il potente esercito turco taglia le linee di rifornimento per la città governata dalla Autonomia Democratica a maggioranza curda.
internazionale / economia / opinione / analisi Tuesday December 16, 2014 14:30 byBrunoL   image 1 image
L'analisi è relativamente complessa e la risultante sembra essere semplice. Le forze sociali della Rojava sono circondate avendo alle spalle il confine con la Turchia. Prima della liberazione della parte siriana del Kurdistan, le vie usate dai trafficanti di armi per l'approvvigionamento logistico dei jihadisti potevano contare sull'aiuto (tolleranza) dello Stato turco. Dopo il luglio 2012, le YPG, milizie di autodifesa organicamente legate alla TEV-Dem [composizione delle forze sociali egemonizzade dal PYD (Partito di Unione Democratica) che organizza la società locale] hanno cominciato a chiudere il confine nella ricerca di una autonomia regionale. [Castellano] read full story / add a comment
Antes el bloqueo de la parte siria de Kurdistán, las líneas de los traficantes de armas y el suministro logístico de jihadistas, se realizó (tolerada) por el Estado turco.
internacional / economía / opinión / análisis Monday December 15, 2014 09:02 byBrunoL   image 1 image
Por Bruno Lima Rocha

El análisis es relativamente complejo y el resultado parece ser simple. Las fuerzas sociales de Rojava, están rodeadas en la retaguardia, por el cierre de la frontera realizado por Turquía. Antes el bloqueo de la parte siria de Kurdistán, las líneas de los traficantes de armas y el suministro logístico de jihadistas, se realizó (tolerada) por el Estado turco. Después de julio de 2012, el YPG, milicia de autodefensa orgánicamente ligada a la TEV-Dem (composición de las fuerzas sociales hegemonizadas) y el PYD (Partido de la Unión Democrática), con la organización de la sociedad local) comenzó a cerrar la frontera en busca de una autonomía regional. [Português] read full story / add a comment
A ex-guerrilheira, o ex-sindicalista que segundo o próprio nunca fora de esquerda e o eterno Chicago Boy, direto das hostes de Milton Friedman para, sob a bênção de Lázaro Brandão, governar a 7ª economia do mundo. Para a massa iludida do “voto ideológico”
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday December 03, 2014 09:46 byBrunoL   image 1 image
Bruno Lima Rocha

Introdução

Nesta semana, verificamos mais conseqüências nefastas do 3º Turno e o mito do governo em disputa. Como quase sempre ocorre a esquerda cujas urgências nunca couberam nas urnas da democracia indireta está mais que correta. O manifesto de intelectuais, militantes, coletivos e indivíduos que se aglutinam em torno das idéias do portal Carta Maior (24/11/14) expressa uma correta indignação daqueles que apoiaram a candidatura de Dilma, cerraram fileiras para o apertado 2º turno e agora se vêem diante do estelionato eleitoral.
read full story / add a comment
A ex-guerrilheira, o ex-sindicalista que segundo o próprio nunca fora de esquerda e o eterno Chicago Boy, direto das hostes de Milton Friedman para, sob a bênção de Lázaro Brandão, governar a 7ª economia do mundo. Para a massa iludida do “voto ideológico”
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Wednesday December 03, 2014 09:40 byBrunoL   image 1 image
Bruno Lima Rocha

Introdução

Nesta semana, verificamos mais conseqüências nefastas do 3º Turno e o mito do governo em disputa. Como quase sempre ocorre a esquerda cujas urgências nunca couberam nas urnas da democracia indireta está mais que correta. O manifesto de intelectuais, militantes, coletivos e indivíduos que se aglutinam em torno das idéias do portal Carta Maior (24/11/14) expressa uma correta indignação daqueles que apoiaram a candidatura de Dilma, cerraram fileiras para o apertado 2º turno e agora se vêem diante do estelionato eleitoral.
read full story / add a comment
O oeste do Curdistão, região cujo nome em curdo é Rojava, representa uma esperança de novas relações sociais para sociedades de maioria islâmica e operam como um catalisador de solidariedade global.
internacional / economia / opinião / análise Monday December 01, 2014 17:49 byBrunoL   image 1 image
30 de novembro de 2014, Bruno Lima Rocha

Em tempos de barbaridades promovidas pela atuação do Estado Islâmico do Iraque e do Levante (ISIS), a resistência em Kobane, terceira cidade mais importante dos curdos, localizada na fronteira entre a Síria (ou o que dela resta) e da República da Turquia, reforça a esperança de uma sociedade não sectária e democrática no Oriente Médio, e com influências até a Ásia Central. [Italiano] read full story / add a comment
El programa apunta en la línea editorial, de pregones neo-neo-neo (neoliberal, neoclásica, neo institucional) y manipulación periodística. La línea editorial no es problema y sí la ausencia del elemento contradictorio.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Monday December 01, 2014 17:42 byBrunoL   image 1 image
Por: Bruno Lima Rocha,

Estamos percibiendo un nuevo escenario en Brasil. Una hipotética tercera vuelta de las elecciones, representada en la composición de una mayoría, en la búsqueda de lograr la gobernabilidad para este nuevo período, dando paso al concepto de presidencialismo de una nueva coalición. Tal concepto seria la llave en la política brasileña - si fuera observado sin sentido crítico - porque entra como parte de las fantasías neo institucionalistas. Si fuera analizado por su naturaleza sustantiva, se revela la posición de gobierno, el cual hace campaña al lado de 10 partidos, aunque esconda en su propuesta, la defensa de conceptos oligárquicos en los programas de Televisión y Radios.
read full story / add a comment
Joaquim Levy no Fórum Econômico Mundial e a defesa incondicional das margens asiáticas aplicadas para os operadores de mercado no Brasil. O amigo de Armínio Fraga marcha para a conquista da Fazenda da União.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economia / opinião / análise Thursday November 27, 2014 07:37 byBrunoL   image 1 image
Bruno Lima Rocha, de 23 a 29 de novembro de 2014

Introdução

Estamos diante de um novo fenômeno. O 3º turno no Brasil era na composição de maioria, na busca desenfreada pela tal da governabilidade, dando carne ao conceito de presidencialismo de coalizão. Tal conceito-chave na política brasileira - se for observado sem senso crítico - entra nas falácias neoinstitucionalistas. Se for traduzido pela sua natureza substantiva, revela-se a condição de governo de quem faz campanha ao lado de 10 partidos, embora esconda as legendas oligárquicas nos programas de TV e Rádio. Agora o 3º turno ultrapassa as raias do absurdo e trata do seqüestro da pauta por direita, havendo uma corrida de cancha reta entre o Planalto (ou Dilma e Lula, mais apropriadamente dito) e a oposição neoliberal, apostando o páreo para ver quem alinha de forma mais convicta com o receituário da “retomada de confiança do mercado”. Nesta corrida infeliz, cumpre papéis preponderantes tanto a pressão midiática – como veremos no tópico logo abaixo – como a execução da teoria das portas giratórias, onde o pivô é um alto executivo de finanças que entra e sai do aparelho de Estado como se este fosse o prolongamento de suas atividades privadas. As palavras que seguem não são propaganda ideológica embora não percam sentido de crenças e normatividade. Reforço que não são propícias para quem vive em estado de pensamento mágico, confundindo o apelo publicitário do marketing político com a política nua e crua, embora com requintes de sofisticação, realizada por e pelo andar de cima do Brasil. read full story / add a comment
La disputa directa generada de Aécio Neves y la dirección nacional del PSDB antes de la reconstrucción del gobierno reelecto, su objetivo es acumular la fuerza electoral de 2018
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Tuesday November 25, 2014 10:49 byBrunoL   image 1 image
Por Bruno Lima Rocha

El debate a respecto del escenario post-electoral, en contra de lo que muchos esperaban, no han disminuido. Ha aumentado la intensidad de las protestas por la derecha, y al mismo tiempo, abre todo un abanico de posibilidades para poner al gobierno elegido contra la pared, lo que reduce aún más su bajo margen de maniobra. Podemos identificar cuatro posibilidades dentro del complejo escenario donde se realizan escenarios simultáneos de lucha. read full story / add a comment
Dilma Rousseff gana las elecciones en la sociedad brasileña apretado y polarizada.
brazil/guyana/suriname/fguiana / economía / opinión / análisis Monday November 24, 2014 03:07 byBrunoL   image 1 image
Por: Bruno Lima Rocha

Continuando con el artículo anterior, nos fijamos en las cuestiones todavía no ha abordado cómo la victoria electoral de Dilma Rousseff (PT) y las perspectivas de la predicción. La primera idea de que uno debe tener es el impacto y el impacto de las elecciones presidenciales en América Latina. La victoria del lulismo, que ofrece un lado por un centro-izquierda para la clase y nada en el otro, una política exterior autonomista clara opera como una influencia para la izquierda latinoamericana. read full story / add a comment
Double Issue 5/6 of Tokologo, the Newsletter of the TAAC, now available

Economy

Wed 04 May, 17:51

browse text browse image

tppmickymouse342x350.jpg imageTTP: advierten que Bachelet violaría derecho de pueblos originarios 17:13 Thu 04 Feb by Solidaridad 0 comments

El próximo jueves Michelle Bachelet firmará dicho tratado en Nueva Zelanda. ¿Por qué decir no al acuerdo de libre comercio?

oxi.jpg imageOXI - No al colpo di stato economico in Grecia 08:32 Sat 04 Jul by Alternativa Libertaria/FdCA 0 comments

Per costruire un'Europa solidale delle classe lavoratrici, occorre una mobilitazione su scala continentale delle forze anticapitaliste, che utilizzi la contraddizione che si aprirebbe in seno all'UE, dopo una vittoria del NO al referendum greco.

textManifestation - Banque Centrale Européenne 19:00 Sun 15 Mar by Laurent 0 comments

L’inauguration du nouveau siège de la Banque centrale européenne est prévue le 18 mars prochain, à Francfort-sur-le-Main. La coalition Blockupy se prépare à jouer les trouble-fête.

elections_greece.jpg imageLe elezioni in Grecia fanno paura all'Unione Europea? 18:00 Tue 13 Jan by Alternativa Libertaria/FdCA 0 comments

Le elezioni ed i parlamenti come è noto non sono - per il loro carattere interclassista - strumenti in grado di rappresentare gli interessi della classe lavoratrice e degli sfruttati. E se mai si dovesse paventare che l'esito delle urne possa spostare un po' gli equilibri politici a sfavore degli interessi capitalistici internazionali o di quel singolo Stato, può persino accadere che le elezioni diventino un pericoloso momento di partecipazione e di democrazia da scongiurare.

marxes.jpg imageLas Marchas de la Dignidad acuerdan convocar huelga general 18:58 Tue 16 Dec by Confederación General del Trabajo 0 comments

- Desde CGT se considera que se está ante un momento histórico en el devenir de las luchas obreras y sociales
- Se convocará una huelga general laboral, social y de consumo el 22 de octubre de 2015
- CGT entiende que la lucha es la única garantía de defensa de los derechos, gobierne quien gobierne

stopttip.jpg imageSiamo proprio trattati male! 14:52 Sun 12 Oct by Federazione dei Comunisti Anarchici 0 comments

Sabato 11 ottobre partecipiamo alla giornata europea contro i trattati economici in corso. TTIP, CETA, TISA, TTP. Acronimi che sembrano lettere accostate una alle altre prive di significato, a qualcuno ricorderanno il famigerato WTO del 1995, quel trattato sulla libertà degli scambi commerciali che con la deregolamentazione dei mercati finanziari creò la bomba sociale sulla quale siamo seduti. Fu un accordo che portò in tutto il mondo milioni di persone in piazza per denunciare quella che poi si dimostrò essere una grande rapina ai danni dei lavoratori e dei ceti subalterni. Ma chi si ricorda più i tanto vituperati e derisi No Global?

textChi dice che il futuro è finito? 15:28 Sun 13 Jul by Segreteri Nazionale FdCA 0 comments

I diversi fattori che al momento sembrano scollegati tra loro delineano il punto di caduta o, almeno, il tentativo del capitale di trovare un nuovo equilibrio internazionale per assicurare una nuova fase di accumulazione capitalistica, in area occidentale (USA-EU). Ciò che viene comunemente definita crisi e che dal 2008 affligge interi popoli sembra non poter uscire dalla propria dimensione monetaria. Una politica monetaria - che vede le banche commerciali protagoniste nella creazione di danaro attraverso il prestito reso possibile dall'aumento del debito - ha una funzione temporale necessaria a proteggere la capitalizzazione del sistema finanziario, ma ha il pregio di mostrare a tutti quali sono le dinamiche del potere finanziario.

textAtaque repugnante a la CGT desde el diario El Mundo 05:18 Mon 23 Jun by CGT 0 comments

-El Consejo de Ministros aprueba el viernes la privatización del AVE Madrid-Alicante y El Mundo publica el domingo un ataque repugnante contra la CGT
-La CGT siempre se ha opuesto a la privatización de los servicios públicos y no se ha enriquecido con la actividad sindical

videoCGT lanza una campaña por la abstención activa ante las elecciones europeas 19:10 Wed 14 May by CGT 0 comments

Abstenerse el 25 de mayo es el mejor referéndum para que las personas expresen su desacuerdo con este sistema social y político

nightsky2.jpg imageθέλουμε να νιώθουμ&#... 19:55 Fri 02 May by Άνω Θρώσκω 0 comments

θέλουμε να νιώθουμε τις ηλιαχτίδες θέλουμε να μυρίζουμε τα άνθη...
(στίχοι από το «Τραγούδι για το Οκτάωρο» των απεργών του Σικάγο, το 1886)

more >>

imageA crise política e possíveis caminhos e descaminhos da democracia brasileira Apr 29 by BrunoL 0 comments

28 de abril de 2016, Bruno Lima Rocha

Introdução

O Brasil vive um momento bastante interessante do ponto de vista analítico e desesperador para quem deseja transformar a sociedade brasileira do ponto de vista igualitário. Seria uma ilusão não observar que estamos diante de um golpe de Estado consumado dentro dos ritos formais de nosso arcabouço jurídico-institucional. Como vem sendo afirmado a partir de dois pensadores contemporâneos bastante lúcidos na crítica por esquerda – Vladimir Safatle – e por centro-esquerda – caso do hoje fundamental, Jessé Souza – o momento aponta o final do pacto de Golbery do Couto e Silva da abertura política e a meta estratégica é terminar a tarefa dos acordos de regulação social e os direitos avançados na Constituição de 1988. Para tanto, podemos passar pela aventura da direita (a que estava no governo até duas semanas atrás) e a da proponente do impeachment (a que estava na oposição formal), de um golpe com frágeis bases jurídicas e a derrota histórica para o processo de conciliação de classes, base do lulismo como estrutura de governo, pacto este que já fora operacionalizado por José Dirceu e executado pela hoje presidente Dilma Rousseff, quando a mesma substitui ao primeiro na pasta da Casa Civil, garante a consecução das obras do PAC e com isso assegura a reeleição de Lula em 2006.

imageA dimensão estratégica internacional do “golpe” branco sendo aplicado no Brasil Apr 25 by BrunoL 0 comments

23 de abril de 2016, Bruno Lima Rocha

Ao contrário dos argumentos baseados no senso comum, o processo brasileiro de impeachment da presidente Dilma Rousseff, e sua caracterização como um golpe institucional, não formam um fenômeno político essencialmente nacional ou doméstico. Como todas as mudanças de regime ou desestabilizações regionais na América Latina, há uma presença constante, direta ou indireta, de forças oficiais ou oficiosas dos Estados Unidos da América. O senso de humor político aplicado para os momentos mais trágicos nos faz lembrar que: “o risco de golpe de Estado é menor em território soberano dos Estados Unidos porque lá não tem embaixada dos EUA!”.

imageA política profissional é uma fábrica de traidores. Consumado o golpe paraguaio versão coxinha Apr 19 by BrunoL 0 comments

18 de abril de 2016, Bruno Lima Rocha

Acabou o engodo, terminou a primeira fase da maior farsa jurídico-política-midiática da história do Brasil. A Câmara Federal votou com o seguinte placar, 367 (a favor) X 137 (contra) X 7 (abstenções) X 2 (ausências), totalizando 511 deputados votantes, sendo que maioria absoluta conseguiu aprovar a autorização para o Senado julgar a presidente Dilma Rousseff a partir do pedido de impeachment escrito e encaminhado pelos juristas Miguel Reale Jr., Hélio Bicudo e Janaína Paschoal. Teríamos várias críticas e observações a fazer, mas de forma sucinta aponto ao comportamento da mídia e dos parlamentares neste dia para jamais esquecer e tampouco perdoar na história do Brasil.

imageY la incapacidad de poder de veto de los movimientos populares Apr 19 by BrunoL 0 comments

18 de abril de 2016, Bruno Lima Rocha

Este texto es más una reflexión en conjunto, que necesariamente un análisis de coyuntura. Traigo la propuesta de que dejemos de lado los cánones de la democracia liberal y de procedimientos, pero tampoco vayamos a caer en la ceguera política, de que lo económico determina todo. Debemos llevar en cuenta, una forma de pensar en la disputa de poder, recursos y legitimidad en Brasil, que sean de una forma compleja. O sea, hacer política en la sociedad brasileña ganó madurez en el mecanismo democrático formal, pero sigue siendo en Brasil y en América Latina, y en la limitada disputa de poder, dentro de un marco de capitalismo liberal-periférico, como sociedad, tenemos limitaciones en cuanto a profundidad de esta disputa.

imageO golpe em andamento no Brasil e a incapacidade do poder de veto popular Apr 16 by BrunoL 0 comments

15 de abril de 2016, Bruno Lima Rocha

Este texto é mais uma reflexão em conjunto do que necessariamente numa análise de conjuntura. Trago a proposta de que deixemos de lado os cânones da democracia liberal e de procedimentos e tampouco venhamos a cair na cegueira política de que o econômico determina ou qualquer outra forma de pensar a disputa de poder, recursos e legitimidade no Brasil que não seja de uma forma complexa. Ou seja, fazer política na sociedade brasileira ganhou maturidade no mecanismo democrático formal, mas em sendo no Brasil e na América Latina, e em sendo a limitada disputa de poder dentro de um marco de capitalismo liberal-periférico, como sociedade, temos limitações quanto a profundidade desta disputa.

more >>

imageOXI - No al colpo di stato economico in Grecia Jul 04 0 comments

Per costruire un'Europa solidale delle classe lavoratrici, occorre una mobilitazione su scala continentale delle forze anticapitaliste, che utilizzi la contraddizione che si aprirebbe in seno all'UE, dopo una vittoria del NO al referendum greco.

imageLe elezioni in Grecia fanno paura all'Unione Europea? Jan 13 0 comments

Le elezioni ed i parlamenti come è noto non sono - per il loro carattere interclassista - strumenti in grado di rappresentare gli interessi della classe lavoratrice e degli sfruttati. E se mai si dovesse paventare che l'esito delle urne possa spostare un po' gli equilibri politici a sfavore degli interessi capitalistici internazionali o di quel singolo Stato, può persino accadere che le elezioni diventino un pericoloso momento di partecipazione e di democrazia da scongiurare.

imageSiamo proprio trattati male! Oct 12 FdCA 0 comments

Sabato 11 ottobre partecipiamo alla giornata europea contro i trattati economici in corso. TTIP, CETA, TISA, TTP. Acronimi che sembrano lettere accostate una alle altre prive di significato, a qualcuno ricorderanno il famigerato WTO del 1995, quel trattato sulla libertà degli scambi commerciali che con la deregolamentazione dei mercati finanziari creò la bomba sociale sulla quale siamo seduti. Fu un accordo che portò in tutto il mondo milioni di persone in piazza per denunciare quella che poi si dimostrò essere una grande rapina ai danni dei lavoratori e dei ceti subalterni. Ma chi si ricorda più i tanto vituperati e derisi No Global?

textChi dice che il futuro è finito? Jul 13 Federazione dei Comunisti Anarchici 0 comments

I diversi fattori che al momento sembrano scollegati tra loro delineano il punto di caduta o, almeno, il tentativo del capitale di trovare un nuovo equilibrio internazionale per assicurare una nuova fase di accumulazione capitalistica, in area occidentale (USA-EU). Ciò che viene comunemente definita crisi e che dal 2008 affligge interi popoli sembra non poter uscire dalla propria dimensione monetaria. Una politica monetaria - che vede le banche commerciali protagoniste nella creazione di danaro attraverso il prestito reso possibile dall'aumento del debito - ha una funzione temporale necessaria a proteggere la capitalizzazione del sistema finanziario, ma ha il pregio di mostrare a tutti quali sono le dinamiche del potere finanziario.

textAtaque repugnante a la CGT desde el diario El Mundo Jun 23 CONFEDERACIÓN GENERAL DEL TRABAJO 0 comments

-El Consejo de Ministros aprueba el viernes la privatización del AVE Madrid-Alicante y El Mundo publica el domingo un ataque repugnante contra la CGT
-La CGT siempre se ha opuesto a la privatización de los servicios públicos y no se ha enriquecido con la actividad sindical

more >>
© 2005-2016 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]