user preferences

«Luta Social» N. 19: «CRÓNICA DA GUERRA DE CLASSES»

category iberia | workplace struggles | news report author Thursday September 28, 2006 01:14author by AC-Interpro - Associação de Classe Interprofissional Report this post to the editors

do órgão de apoio da Associação de Classe Interprofissional

Lê o desenvolvimento destas e doutras notícias em: http://luta-social.blogspot.com


CRÓNICA DA GUERRA DE CLASSES

Setembro 15, 2006
Ministra da Educação: quando a imaginação não tem limites. Os pais das crianças da aldeia do Granjal em vez do transporte escolar foram convidados a fazer seguir os filhos na camioneta da carreira claro sem nenhum acompanhamento. Explicação do autarca José Mário Cardoso dada ao jornal Público de dia 14 « como o transporte das crianças é feito numa carreira pública a lei não prevê acompanhamento ». Está bem visto então não está?

Mas não é só a imaginação que não tem limites a pouca vergonha também parecem não ter. O mesmo autarca justificou o pedido para as crianças levarem os pratos de casa para tomarem as refeições na escola Sernancelhe assim « a ideia era como as crianças estavam deslocadas da sua terra se sentissem mais em casa ». Conseguem imaginar melhor solução para a falta de recursos de um refeitório escolar? [...]

Setembro 15, 2006
PRIMEIRO DIA DE AULAS DE UM ANO LECTIVO QUE SE ANUNCIA CONTURBADO [...]
OS ALUNOS SÃO ATULHADOS EM ESCOLAS A REBENTAR PELAS COSTURAS, COM TURMAS ATÉ AO LIMITE (QUANDO NÃO MAIS) DA SUA CAPACIDADE (O NÚMERO MÁXIMO DE 28 ALUNOS POR TURMA NÃO PERMITE QUALQUER ENSINO DIFERENCIADO, LOGO A QUALIDADE DAS APRENDIZAGENS É QUE IRÁ SOFRER).

ENTRETANTO, DESACTIVAM-SE ESCOLAS COM ÓPTIMO POTENCIAL (COMO A ESCOLA SEC. D. JOÃO DE CASTRO, RECONHECIDAMENTE UMA DAS MELHORES ESCOLAS DA CAPITAL), OU DECRETA-SE A EXTINÇÃO DE ESCOLAS DO PRIMEIRO CICLO (1500 SÓ ESTE ANO LECTIVO!) SUPOSTAMENTE PARA MELHORIA DA QUALIDADE, NA VERDADE PARA FAZER ECONOMIAS COM O PESSOAL. NA VERDADE, ESTÁ-SE TAMBÉM A CONDENAR UMA SÉRIE DE ALDEIAS QUE SÃO FUNDAMENTAIS NA OCUPAÇÃO DO TERRITÓRIO NACIONAL, ACENTUANDO-SE A LITORALIZAÇÃO E URBANIZAÇÃO, O ABANDONO DOS CAMPOS, ENFIM INDO ACUMULAR DESIQUILÍBRIOS EM VEZ DE OS ELIMINAR OU MINORAR [...]

Setembro 11, 2006
Sindicatos de professores ameaçam Governo com "rotura negocial".

«Os 13 sindicatos de professores que estão a discutir com o Ministério da Educação a revisão do Estatuto da Carreira Docente admitem uma "rotura negocial", caso a tutela mantenha uma postura de intransigência e inflexibilidade» [...]

Setembro 07, 2006
Trabalhadores da Opel da Azambuja: há dois dias em greve.[...]

A fábrica irá despedir 1200 trabalhadores, sendo porém uma das mais eficazes na produção. Os gestores conseguiram que o governo aceitasse o fecho e agora estão dispostos a espremer até ao tutano os seus operários, para depois nem sequer cumprirem com as compensações que estavam negociadas.

É necessária solidariedade entre trabalhadores do mesmo e de outros ramos.

Mas onde estão os sindicatos, que deveriam promover e mobilizar para o efeito?

Setembro 04, 2006
A propósito do 5º aniversário do 11 de Set. de 2001

Ninguém saberá ao certo como ocorreu o 11 de Set. 2001. Todas as pessoas que iam com os terroristas nos aviões estão mortas. O registo das conversas das caixas negras pode estar ou não manipulado. Ninguém saberá jamais todos os detalhes. Dirão uns que foi um grupo de Al Quaida, dirão outros que foi uma conspiração pela própria administração Bush.

Mas o que importa é sobretudo o que daí adveio. [...]

Setembro 02, 2006
Fecho de Escolas em Portugal: números de um crime contra a educação e a cultura, a autonomia e a vida nas aldeias [...]

239 Número de escolas EB 1 que podem fechar as portas só no distrito de Bragança.

179 Escolas básicas do 1.º ciclo do distrito da Guarda atingidas pelo encerramento.

153 Estabelecimentos de Ensino Básico do 1.º ciclo previstas para fechar no distrito de Viseu.

127 Escolas do primeiro ciclo do Ensino Básico que se prevê sejam encerradas no distrito de Braga.

87% Percentagem de escolas básicas do primeiro ciclo existentes no concelho de Foz Côa que se espera que venham a fechar. [...]

Agosto 31, 2006
Pessoal não docente das ESCOLAS PÚBLICAS, a contrato temporário até ao fim da vida? [...]
Os 9 mil não-docentes contratados são tão indispensáveis hoje, como no ano anterior, como antes... se os contratos vêm sendo renovados desde o ano escolar de 2002/2003, claramente existe um abuso por parte do Estado, pois este é o 4º ano de renovação [...]

Agosto 28, 2006
Quando a pretexto de combater a «discriminação etária» se ataca emprego com direitos e Segurança Social

[...]
É preciso ver que as políticas de emprego de Portugal e das «directivas» europeias, são ambas completamente erráticas, causando uma hecatombe em termos de emprego para todas as gerações. O motivo desta hecatombe não é «incompetência».
[...]

Agosto 25, 2006
Salário mínimo de 385,90 euros por mês. «Em Portugal, existem pouco mais de cinco milhões de trabalhadores, a esmagadora maioria por conta de outrem. E de acordo com o Eurostat, 5,5% dessas pessoas recebem o salário mínimo, ou seja, quase 285 mil trabalhadores portugueses vivem com 385,90 euros por mês, aos quais ainda têm de fazer descontos para o IRS e a Segurança Social.» [...]

Agosto 25, 2006

Os poderes municipal e governamental consideram lícito destruir casas de habitação (na Amadora, Azinhaga dos Bezouros) sem sequer avisar os seus moradores, para que estes possam retirar os seus parcos haveres.
[...]

Lê o desenvolvimento destas e doutras notícias em:
http://luta-social.blogspot.com/

Related Link: http://www.acinterpro.org

This page has not been translated into Čeština yet.

This page can be viewed in
English Italiano Deutsch

Iberia | Workplace struggles | News Report | pt

Fri 19 Dec, 00:22

browse text browse image

textSALAMANCA : CIMEIRA DA HIPOCRISIA IBERO-AMERICANA 01:19 Tue 18 Oct by Manuel Baptista & Comrades 0 comments

A Europa dos trabalhadores está cada vez mais hostil a Barroso e à ‘comissão imperial de Bruxelas’; aos governos, às suas más políticas, como foi visível nas ruas de Salamanca; os média corporativos já não o conseguem esconder.

textFESAL – PORTUGAL ESTÁ NO TERRENO E PROMETE LUTA 01:10 Sun 25 Sep by Luta Social 0 comments

A “FESAL”, Federação Europeia de Sindicalismo Alternativo realizou um encontro a nível europeu, no fim de semana de 17-18 de Setembro, em Lisboa na Biblioteca Museu da República e Resistência.

textA luta dos 150 mil professores e os sindicatos Apr 30 by Manuel Baptista 0 comments

Uma breve análise do momento político sindical da luta dos professores

text[Portugal] Caderno Luta Social Nº1: Editorial Feb 01 by Colectivo Luta Social 0 comments

Uma aposta nossa é a horizontalidade. Todos os membros têm igual peso na tomada de decisão. Outra aposta é a abertura; estamos disponíveis para colaborar com outros colectivos ou associações, sempre que houver convergência de propósitos, até mesmo quando ela seja limitada a alguns domínios.

textPrecariedades May 24 by Colectivo Anti-autoritário de Luta de Classes 0 comments

Editorial

textJUNTEMO-NOS PARA FORMAR A LIVRE E AUTÓNOMA ASSOCIAÇÃO. May 20 by Manuel Baptista 0 comments

Uma contribuição para o debate que está a decorrer entre os membros fundadores da Associação de Classe Interprofissional (nome provisório, do primeiro sindicato de base e alternativo, desde que foram extintos por Salazar, em 1932, os últimos sindicatos livres em Portugal, inspirados pelo sindcalismo revolucionário).

textCrónica da Guerra de Classes Oct 25 by Manuel Baptista 0 comments

Artigo de Luta Social, No.8 Outoubro 2005

more >>

textComunicado da AC-Interpro sob a greve geral May 23 0 comments

Apenas uma greve activa, ou seja organizada desde a base, pode ser instrumento eficaz de luta contra o poder do governo e patronato.

textAC-INTERPRO adopta resolução relativa ao processo de extinção colocado pelo ministério público Feb 14 AC-Interpro 0 comments

A Assembleia Geral de Sócios da AC-Interpro, reuniu-se no dia 10 de Fev. 2007

text[Portugal] Lutemos contra as farsas do poder. Jan 13 Associação de Classe Interprofissional 0 comments

Primeiro exigiram que nós estivéssemos dentro dos cânones formais da lei. Nós cumprimos, mas as nossas propostas eram demasiado «ousadas» para eles. Então, eles decidiram inventar «razões» que lhes permitissem decretar a extinção da nossa Associação.

textPortugal: Comunicado da A.C. Interprofissional* Jul 04 Associação de Classe Interprofissional 0 comments

"A.C. Interprofissional"
Sede (provisória): Largo Jaime Pereira Roque , nº8
2775 - 099 Parede, Portugal

text[Portugal] Adere ao Sindicato de base! ACInterpro! Jun 01 ASSOCIAÇÃO DE CLASSE INTERPROFISSIONAL 0 comments

Governo e “maioria” do P”S” querem escravizar-nos AINDA MAIS

Os professores portugueses mais uma vez traídos

more >>
© 2005-2014 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]