preferenze utente

cerca nell'archivio del sito Cerca cerca nell'archivio del sito


Search comments

ricerca avanzata

Nuovi eventi

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

nessun evento segnalato nell'ultima settimana

100 mil mortos e a normalização do genocídio

category brazil/guyana/suriname/fguiana | migração / racismo | comunicado de imprensa author domenica agosto 09, 2020 18:06author by Coordenação Anarquista Brasileira - CABauthor email sifuna.zonke at gmail dot com Segnalare questo messaggio alla redazione

Neste fim de semana foi atingida a marca oficial de 100 mil mortos pela covid-19, em menos de seis meses desde o primeiro caso notificado. Morre-se mais de covid do que de qualquer outra doença, do que de acidente de trânsito, do que de violência urbana.

A doença chegou a lares de todo o país e levou entes queridos de milhões de pessoas. Longe de ser uma doença “democrática”, a covid-19 escancara o projeto genocida dos de cima e a desigualdade brasileira que atinge os de baixo. Ser negro ou indígena, por exemplo, é um grande fator de risco que pode fazer a diferença entre morrer ou viver. Além disso, o abismo social joga os mais pobres para lugares sem saneamento básico, moradias precárias e trabalhos informais e precarizados, que não permitem tomar as medidas necessárias para evitar a disseminação da doença.

cab100_mil1024x564.png

Enquanto isso, o governo federal a todo o tempo minimizou a pandemia e fez de tudo para boicotar os esforços no SUS para controle e efetiva redução nas mortes. Já os governos estaduais, apesar do discurso de que se importam com vidas, também têm grande responsabilidade em tantas mortes e quando conseguiram proporcionar atendimento à população, seguiram normalizando os óbitos como fato consumado.

O resultado de tudo isso é que o Brasil é o país com maior número de mortes diárias nas últimas semanas e no total de vítimas só perde para os EUA, onde não há sistema público de saúde.

Frente a essa tragédia, nós, da Coordenação Anarquista Brasileira, nos solidarizamos a quem perdeu parentes ou amigos para a covid e seguimos na luta em defesa da saúde pública, além de fortalecer as organizações populares e ações de solidariedade em todos os espaços de militância Brasil afora. Somente um povo forte terá condições de suportar esse duro período que está longe de acabar e poderá avançar no combate ao Estado e ao capital, os maiores responsáveis pelo genocídio em curso no país!

EM DEFESA DA SAÚDE PÚBLICA!

SOLIDARIEDADE DE CLASSE PELO PODER POPULAR!

BOLSONARO RACISTA E ANTIPOVO! COMBATER COM FORÇA POPULAR!

Link esterno: http://cabanarquista.org/
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
© 2001-2020 Anarkismo.net. Salvo indicazioni diversi da parte dell'autore di un articolo, tutto il contenuto del sito può essere liberamente utilizzato per fini non commerciali sulla rete ed altrove. Le opinioni espresse negli articoli sono quelle dei contributori degli articoli e non sono necessariamente condivise da Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]