user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week

Moção de Apoio à Luta na UDESC

category brazil/guyana/suriname/fguiana | education | opinião / análise author Thursday March 28, 2013 21:06author by Coletivo Anarquista Bandeira Negra Report this post to the editors

Moção de Apoio à Luta na UDESC

educacaobrasil.jpg

As ações neoliberais do governador Raimundo Colombo e do ex-governador Luiz Henrique fizeram com que a educação catarinense entrasse em um momento de extrema precarização, com o achatamento do plano de carreira dos professores, falta de condições de trabalho e estudo, falta de assistência estudantil. A UDESC não está livre disto. No ano de 2011, o último decreto do ano do governo Colombo feriu a autonomia financeira da UDESC ao modificar a data-base dos técnicos e professores e fragmentando o aumento acordado em reunião do Conselho Universitário, além de abrir uma brecha jurídica para o que estava por vir, a não realização do orçamento do ano de 2012.

Não bastassem as ações do governo do Estado, em março de 2012 a Reitoria – em uma tentativa de golpe estatutário – buscou aprovar o que chamou de “pequenas adequações” no estatuto da UDESC, datado de 2007. Essas modificações previam o voto de funcionários aposentados, possibilidade de reeleição do reitor, voto dos alunos à distancia, diluindo o voto do estudante que só corresponde a 25% do colégio eleitoral. Mas dessa vez o movimento estudantil da UDESC se levantou e ocupou o CONSUNI, fazendo com que o processo fosse arquivado.

Em agosto de 2012, a comunidade acadêmica se viu às voltas com a notícia da necessidade de corte de 20% no orçamento da UDESC. Esse corte, de acordo com a reitoria, seria necessário devido a uma crise orçamentária no governo do Estado. Entendemos que essa crise foi provocada pela má administração do governo; mas também entendemos que a crise só atinge a UDESC dessa forma por uma política irresponsável, que abriu centros por todo o Estado sem a mínima condição de funcionamento, além de precarizar os centros já estabelecidos. Não somos contra a expansão universitária, mas entendemos que essa expansão deve ser feita com qualidade.

Durante todas essas mobilizações o movimento estudantil da UDESC conseguiu debater e avançar sobre a pauta da permanência estudantil. A luta por esses direitos acompanha o movimento desde a criação da UDESC, pois em quase 50 anos a Universidade nunca teve uma política de permanência estudantil, inviabilizando que as classes exploradas tivessem a possibilidade de frequentar os cursos oferecidos pela UDESC. A luta dos(as) estudantes por uma universidade mais democrática e com políticas de permanência é uma luta dos(as) trabalhadores(as) por uma vida mais digna e por um mundo onde as classes oprimidas tenham acesso a educação gratuita e de qualidade. Por um movimento estudantil combativo, construído de baixo pra cima desde cada sala de aula, cada Centro e Diretório Acadêmico, cada ato e ocupação de Reitoria. Todo apoio à luta dos(as) estudantes da UDESC!

Coletivo Anarquista Bandeira Negra

Março de 2013

Related Link: http://www.cabn.libertar.org/
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Issue #3 of the Newsletter of the Tokologo African Anarchist Collective

Front page

Elementos da Conjuntura Eleitoral 2014

The experiment of West Kurdistan (Syrian Kurdistan) has proved that people can make changes

[Chile] EL FTEM promueve una serie de “jornadas de debate sindical”

Ukraine: Interview with a Donetsk anarchist

The present confrontation between the Zionist settler colonialist project in Palestine and the indigenous working people

Prisões e mais criminalização marcam o final da Copa do Mundo no Brasil

An Anarchist Response to a Trotskyist Attack: Review of “An Introduction to Marxism and Anarchism” by Alan Woods (2011)

هەڵوێستی سەربەخۆی جەماوەر لە نێوان داعش و &

Contra a Copa e a Repressão: Somente a Luta e Organização!

Nota Pública de soldariedade e denúncia

Üzüntümüz Öfkemizin Tohumudur

Uruguay, ante la represión y el abuso policial

To vote or not to vote: Should it be a question?

Mayday: Building A New Workers Movement

Anarchist and international solidarity against Russian State repression

Argentina: Atentado y Amenazas contra militantes sociales de la FOB en Rosario, Santa Fe

Réponses anarchistes à la crise écologique

50 оттенков коричневого

A verdadeira face da violência!

The Battle for Burgos

Face à l’antisémitisme, pour l’autodéfense

Reflexiones en torno a los libertarios en Chile y la participación electoral

Mandela, the ANC and the 1994 Breakthrough: Anarchist / syndicalist reflections

Melissa Sepúlveda "Uno de los desafíos más importantes es mostrarnos como una alternativa real"

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Education | pt

Mon 15 Sep, 12:03

browse text browse image

0001.jpg imageToda solidariedade à luta do CPERS 08:29 Fri 25 Nov by Tendência Sindical Resistência Popular 0 comments

Trabalhadores em educação de Rio Grande do Sul en greve

Estado imageLançamento Livros Reclus na 12ª Festa do Livro USP 09:46 Sat 06 Nov by Adriano Skoda 0 comments

A Editora Imaginário e a editora Expressão e Arte farão, entre os dias 24, 25 e 26 de novembro, o lançamento dos seguintes títulos de Élisée Reclus na 12ª Festa do Livro da USP: - O ESTADO MODERNO; - A CULTURA E A PROPRIEDADE; - EDUCAÇÃO; - AS REPÚBLICAS DA AMÉRICA DO SUL suas guerras e seu projeto de federação; - DA ESCRAVIDÃO NOS ESTADOS UNIDOS.

text[Brasil] Site da Juventude LIbertária - JULI 14:18 Thu 28 Jun by estudante do povo 0 comments

Visite o site da Juventude LIbertária (JULI), frente estudantil da Resistência Popular (RP).

imageAs várias mortes de Edson Luís Mar 30 by Bruno Lima Rocha 0 comments

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), posa com bandeira da União Nacional dos Estudantes após sancionar meia passagem estudantil. Apesar da importância dos ganhos pela via institucional, abandonar a luta das ruas e a independência do movimento estudantil significa matar Edson Luís todos os dias.

text[Brasil] A situação da Educação em Goiás Jan 24 by Coletivo pró Organização Anarquista em Goiás 0 comments

A situação da educação em Goiás não é diferente da do restante do Brasil, estudantes e trabalhadores/as de escolas e universidades públicas enfrentam no seu cotidiano o sucateamento e o descaso do Estado com a educação. Tudo isso não acontece por acaso, este sucateamento das instituições públicas de ensino é uma estratégia neoliberal para justificar a privatização da educação e, no caso de Goiás também serve para justificar a militarização que vem ocorrendo em diversas escolas públicas de nosso Estado.

textContribuição à análise do Movimento Estudantil Mar 16 by CAZP 0 comments

Esse texto busca analisar o movimento estudantil, particularmente o universitário, em suas potencialidades enquanto agente transformador da realidade e instrumento para superação do capitalismo.

imageToda solidariedade à luta do CPERS Nov 25 0 comments

Trabalhadores em educação de Rio Grande do Sul en greve

© 2005-2014 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]