user preferences

New Events

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

no event posted in the last week

Education

textLa Buona Scuola 01:50 Oct 05 0 comments

textLa Buona Scuola 15:04 Sep 09 0 comments

textEducar para la bobada 06:32 Jan 08 0 comments

textAteismo diventa materia scolastica in Irlanda 16:59 Sep 27 0 comments

imageCornelius Castoriadis – on the content of socialism (part 2) 14:24 Mar 24 0 comments

more >>

As várias mortes de Edson Luís

category brazil/guyana/suriname/fguiana | education | opinião / análise author Friday March 30, 2012 20:26author by Bruno Lima Rocha Report this post to the editors

Prefeito do Rio de Janeiro, Eduardo Paes (PMDB), posa com bandeira da União Nacional dos Estudantes após sancionar meia passagem estudantil. Apesar da importância dos ganhos pela via institucional, abandonar a luta das ruas e a independência do movimento estudantil significa matar Edson Luís todos os dias.

eduardopaes.jpg

Na data de publicação deste artigo completa-se 44 anos do assassinato do estudante Edson Luís de Lima Souto. O extermínio “acidental” representou o momento em que a repressão política forçava a tensão interna da ditadura, passando para outro nível de violência contra as parcelas organizadas dos brasileiros.

Não sou a favor de ficar produzindo textos memorialísticos, mas, infelizmente, o caso da morte de um migrante paraense, nos corredores do extinto restaurante Calabouço (Centro do Rio), ultrapassa o martírio de 1968 e opera como baliza para movimentos estudantis pós-ditadura.

Particularmente me lembro da segunda metade da década de ’80, quando a Associação Municipal de Estudantes Secundaristas (AMES) promovia a Semana Edson Luís, reforçando a identidade dos jovens de então com o exemplo de “secundas” dos anos ’60.

À época, desenvolvia-se o discurso de que aquela morte se repetiria nos porões do regime. Essa mística retroalimentava a orgânica da entidade e sua postura não governista.

Passados quase um quarto de século da Marcha dos 10.000 de 1988 no Rio, vemos um desastre político-ideológico se consumando. Infelizmente, uma parcela daqueles ativistas hoje é gestor de governo, detentor de mandato e ajuda no pacto da tal da governabilidade a qualquer custo e com aliança ampla, geral e irrestrita.

Semanalmente a direita que não está no governo repete que a luta contra a corrupção e a moralidade pública deveria ser encabeçada pelos estudantes, sindicatos e movimentos sociais.

Também afirma que os setores organizados não o fazem porque se transformaram em grupos de interesse material na base do toma lá dá cá em relação ao governo de centro-esquerda.

Dessa vez a oligarquia na oposição está correta, embora se equivoque no remédio que gostaria ver empregado. Caso houvesse pré-disposição para a luta contra a cultura política hegemônica no Brasil (fisiológica, corrupta, patrimonial, de clientela e plutocrata), os canhões estariam apontados para dentro e fora do Palácio do Planalto.

A mística agregadora dos mártires involuntários e as bandeiras utópicas organizam o pensamento e o imaginário de quem está organizado. O resultado disso é antagonismo e pressão, muita pressão, de baixo para cima.

Mas, como disse uma velha raposa gaúcha cujo partido apoia o governo, hoje as centrais querem assento nos conselhos do FAT e FGTS e a entidade estudantil quer uma sede nova.

Sai barato ter apoio político-social no país do Golpe de 1º abril. Agora, matam Edson Luís por abandono.

Bruno Lima Rocha

Related Link: http://www.estrategiaeanalise.com.br
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Employees at the Zarfati Garage in Mishur Adumim vote to strike on July 22, 2014. (Photo courtesy of Ma’an workers union)

Front page

Where to now, Zimbabwe? Beyond the “good” charismatic pastor.

Contre la loi Travail: le bras de fer continue

Announcement of Nationally Coordinated Prisoner Workstoppage for Sept 9, 2016

Opinião da CAB diante a atual conjuntura Brasileira

¿Habemus pacem? Los desafíos en el tránsito de La Habana a Colombia

Italia - terremoto

Inside the Zimbabwean Uprising

La experiencia de Mujeres Libres: 80 años del surgimiento del feminismo anarquista organizado

Con Lucha Y Organización Fortalecemos La Resistencia

Algunas reflexiones en torno al poder y la institucionalidad a 80 años de la Revolución Española

80 aniversari de la insurrecció obrera i popular i de la revolució social

80 anni fa la rivoluzione comunista libertaria in Spagna

De los comités de defensa al análisis de los órganos de poder

The Coup in Turkey: Tyranny against tyranny does not make freedom

Greve, Piquete, Marcha e Ocupação! Educadores e Estudantes unidos pela Educação!

Making sense of the Brexit tide of reaction and the reality of the racist vote

[Colombia] Ante el acuerdo de cese al fuego bilateral y definitivo entre el gobierno colombiano y las FARC-EP

Coyuntura Política en Venezuela: Crisis, Tendencias y el Desafío de la Independencia de Clase

Orlando means fightback

Palestinian workers in Israel: between scylla and charybdis

A Socialist On City Council: A Look At The Career Of Kshama Sawant

Élargir la lutte et généraliser la grève pour gagner

Carta de Fundação OAZ

[Colombia] Documento de Formación: Análisis de Coyuntura 2015-2016

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Education | pt

Fri 30 Sep, 02:47

browse text browse image

0001.jpg imageToda solidariedade à luta do CPERS 08:29 Fri 25 Nov by Tendência Sindical Resistência Popular 0 comments

Trabalhadores em educação de Rio Grande do Sul en greve

Estado imageLançamento Livros Reclus na 12ª Festa do Livro USP 09:46 Sat 06 Nov by Adriano Skoda 0 comments

A Editora Imaginário e a editora Expressão e Arte farão, entre os dias 24, 25 e 26 de novembro, o lançamento dos seguintes títulos de Élisée Reclus na 12ª Festa do Livro da USP: - O ESTADO MODERNO; - A CULTURA E A PROPRIEDADE; - EDUCAÇÃO; - AS REPÚBLICAS DA AMÉRICA DO SUL suas guerras e seu projeto de federação; - DA ESCRAVIDÃO NOS ESTADOS UNIDOS.

text[Brasil] Site da Juventude LIbertária - JULI 14:18 Thu 28 Jun by estudante do povo 0 comments

Visite o site da Juventude LIbertária (JULI), frente estudantil da Resistência Popular (RP).

imageMoção de Apoio à Luta na UDESC Mar 28 by Coletivo Anarquista Bandeira Negra 0 comments

Moção de Apoio à Luta na UDESC

text[Brasil] A situação da Educação em Goiás Jan 24 by Coletivo pró Organização Anarquista em Goiás 0 comments

A situação da educação em Goiás não é diferente da do restante do Brasil, estudantes e trabalhadores/as de escolas e universidades públicas enfrentam no seu cotidiano o sucateamento e o descaso do Estado com a educação. Tudo isso não acontece por acaso, este sucateamento das instituições públicas de ensino é uma estratégia neoliberal para justificar a privatização da educação e, no caso de Goiás também serve para justificar a militarização que vem ocorrendo em diversas escolas públicas de nosso Estado.

textContribuição à análise do Movimento Estudantil Mar 16 by CAZP 0 comments

Esse texto busca analisar o movimento estudantil, particularmente o universitário, em suas potencialidades enquanto agente transformador da realidade e instrumento para superação do capitalismo.

imageToda solidariedade à luta do CPERS Nov 25 0 comments

Trabalhadores em educação de Rio Grande do Sul en greve

© 2005-2016 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]