Benutzereinstellungen

Neue Veranstaltungshinweise

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana

Es wurden keine neuen Veranstaltungshinweise in der letzten Woche veröffentlicht

Kommende Veranstaltungen

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Miscellaneous

Keine kommenden Veranstaltungen veröffentlicht

A tal da governabilidade e lobotomia ideológica

category brazil/guyana/suriname/fguiana | miscellaneous | opinião / análise author Saturday March 24, 2012 00:27author by Bruno Lima Rocha Report this post to the editors

Em 2009, a então senadora Ideli Salvatti (PT) trocou afagos com o presidente do Senado Federal, o sempre vivo e bem articulado José Sarney (PMDB). Qualquer semelhança do fato com a ideia de governabilidade não é mera coincidência.

ideli_beija_sarnei.jpg

Tem momentos que a análise política cansa. Não o trabalho de mergulho ou o estudo de profundidade, pois esta modalidade – embora mais trabalhosa – sempre empolga. O problema é analisar o dia a dia do presidencialismo de coalizão somado ao pacto de governabilidade.

Entra ano e sai ano e digitamos laudas sem fim do mesmo dilema: a barganha política acalma as partes, mas opera como lobotomia ideológica, exterminando o que restara de idéias coletivistas após anos de governo de centro-esquerda não classista.

Desculpem a falta de paciência,mas entendo que a lógica que operara o suposto Mensalão – do ponto de vista da tal da governabilidade – está correta. Afinal, esperar o que ao dividir orçamentos, contratos, compras de governo, possibilidades de licitação, preenchimento de milhares de cargos de confiança, tudo através de acordos na macro-política tecidos com relações pouco ou nada republicanas?

Para aqueles que julguem como exagero, convido a analisar o embate entre PT e PR, a “rebeldia” da base aliada – em especial a de ex-arenistas a pulular no PMDB e PP – assim como a motivação factual da maioria das trocas de ministros de Dilma até o momento.

Alguns colegas dirão tratar-se da real politik – conceito elevado às alturas da ciência por Lênin -, outros citarão o exemplo da fábrica de salsichas e o parlamento e os mais eruditos evocarão autores que “naturalizam” as oligarquias partidárias. Puro conformismo de ocasião.

É triste constatar que o governo de Dilma, assim como o de Lula, promoveram um aumento da renda do brasileiro e sua qualidade de vida, mas não se preocuparam em alterar a natureza das formas de se fazer política profissional no Brasil.

Alguns colegas – analistas e estudiosos acadêmicos da política – escrevem artigos e teses justificando o modus operandi como única forma de convívio tolerável com o modus vivendi de caciques partidários. Pode até ser, mas isto opera como efeito narcotizante da boa política.

Governar a qualquer custo e com qualquer um que aceite entrar na disputa interna por nacos de poder (na corrida de porcos por lavagem, segundo a ciência política dos EUA), mesmo que para o bem de todos, não conforma necessariamente um bom governo, mas apenas o melhor possível desde que o andar de cima da pirâmide social não se sinta incomodado.

Conforme já disse em outras ocasiões, há diferença substantiva nas realizações da Era Lula com a de FHC. Porém a cultura política é exatamente a mesma, assim como a sanha dos “aliados”.

Bruno Lima Rocha

Verwandter Link: http://www.estrategiaeanalise.com.br
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch
Verso lo sciopero generale e sociale nel mondo del lavoro, nei territori, nelle piazze

Brazil/Guyana/Suriname/FGuiana | Miscellaneous | pt

Sun 26 Oct, 05:52

browse text browse image

viacampesina2.jpg imageMulheres Em Ação, Eucalipto No Chão! 06:06 Sat 14 Mar by da redação 0 comments

Na madrugada de 8 para 9 de março mais de 600 mulheres do MST ocupam a fazenda Ana Paula na metade sul do estado do RGS (Brasil) para fazer ação direta contra a monocultura do eucalipto que invade a geografia do pampa. As árvores exóticas do agronegócio derrubadas pelo machado, a foice e o facão, formam os maiores investimentos dos capitais transnacionais que vem ao campo se associar com o latifúndio e se apropriar dos bens naturais para fazer produtos de exportação. As camponesas dispararam luta de massas no marco do dia da mulher trabalhadora para reivindicar sem mediações reforma agrária para produção de alimentos. Aqui entrevistamos duas companheiras libertárias: Lizandra e Gerusa vinculadas aos processos de luta e organização do MST e Via Campesina que nos falam mais dessa última jornada:

textA farsa do referendo 16:50 Tue 11 Oct by Federação Anarquista Gaúcha 2 comments

Dizemos que este referendo é uma farsa. Queremos ter voz, sim. Mas não somos tontos, o governo não quer nossa participação real... Nossa participação conquistamos lutando.

imageLutar e vencer fora das urnas. Oct 04 by FAG 0 comments

As mobilizações de massa da juventude que escreverem um pedaço da história recente do Brasil com as Jornadas de Junho ainda não tiveram um final. A explosão das ruas anunciada pelos estudantes-trabalhadores do regime flexível, sujeitos da rotina neurótica e estafante das grandes cidades, agravada pela deterioração dos serviços e dos bens públicos, não foi satisfeita. As urgências populares pela ampliação dos seus direitos continuarão em cena, são dramas brasileiros cotidianos, e ainda vão latejar muito. Terão que ganhar potência em organizações de base e com um federalismo que una as rebeldias e não se deixe capturar pelas instituições. Não serão as eleições e a oferta dos partidos da democracia burguesa que confortarão o mal-estar que provoca o sistema.

imageOs Limites do Neodesenvolvimentismo e o Preço do Pacto de Classes Mar 26 by Coordenação Anarquista Brasileira (CAB) 0 comments

Frente aos episódios vividos nas ruas do país em meados de 2013, cabe apontar que houve sensíveis mudanças na conjuntura política brasileira. Parece que estamos transitando de uma etapa em que o consenso conservador dá as primeiras mostras de seu esgotamento, abrindo um novo ciclo de luta de classes no país. Para análise desse contexto, nós, da Coordenação Anarquista Brasileira, apresentamos alguns elementos.

imageNo país de Natan Donadon Sep 06 by Bruno Lima Rocha 0 comments

Natan Donadon, ex-PMDB e PSC, é conduzido preso. O parlamentar não cassado em plenário representa a excrescência, mas não é nenhuma exceção.

imageLula, indicação particular e o senso comum Dec 07 by Bruno Lima Rocha 0 comments

O senso de oportunidade política por cima das convicções ideológicas já se manifestava no longínquo ano de 1978, quando Luiz Inácio apóia o ex-professor da USP para o senado, correndo pelo MDB.

imageA Operação Porto Seguro e o debate oculto Dec 05 by Bruno Lima Rocha 0 comments

Rosemary Noronha não vem da militância e tampouco tinha legitimidade no meio sindical. Ainda assim é pivô do escândalo que pode colocar a bomba no colo do ex-presidente.

more >>

textA farsa do referendo Oct 11 FAG 2 comments

Dizemos que este referendo é uma farsa. Queremos ter voz, sim. Mas não somos tontos, o governo não quer nossa participação real... Nossa participação conquistamos lutando.

© 2005-2014 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]