user preferences

Recent articles by Bruno Lima Rocha

imageA sessão final do golpe com nome de impeachment no Senado, parte 2 – e... 0 comments

imageA sessão final do golpe com nome de impeachment no Senado – parte 1 0 comments

imageA Governança global do poder realmente existente 0 comments

Recent Articles about Grécia / Turquia / Chipre Community struggles

Η στέγαση είν&#... Jan 19 17 by “δυσήνιος ίππος”

Κάτω τα χέρια &... Jan 03 17 by Αναρχοσυνδικαλιστική Πρωτοβουλία Ροσινάντε - Κ_

Ο χειμώνας τη&#... Dec 23 16 by Αναρχική Ομάδα Πυρανθός Αναρχική συλλογικότητα

Search author name words: Bruno Lima Rocha

A Grécia e os limites da democracia representativa

category grécia / turquia / chipre | community struggles | opinião / análise author Friday February 17, 2012 18:31author by Bruno Lima Rocha Report this post to the editors

E se a população grega tivesse a chance de definir o futuro do país através de referendos e plebiscitos? Será que concordaria com as medidas econômicas do governo? Será que concordaria com a submissão às condições de "ajuda" impostas pelos novos credores BCE/FMI/CEE?

grecia.jpg

Parece uma cruel ironia, mas é na terra ancestral dos helenos – berço das raízes do ocidente atual - que a democracia tão temida por Aristóteles se encontra na encruzilhada. Naquele país, assolado por uma crise de endividamento crônico, dívida esta inflada por balanços maquiados com a ajuda da Goldman Sachs, os representantes de carreira acabam de votar mais um pacote de medidas anti-populares.

Em novembro de 2011, pouco antes de cair, o ex-primeiro ministro George Papandreou chegou a propor um referendo, recorrendo à consulta direta com o eleitorado grego.

Além de causar pânico entre os financistas da Europa, tal declaração (inconseqüente, pois retirou três dias depois)rendeu-lhe a queda pelo sistema parlamentarista. Em seu lugar, foi colocado o tecnocrata Lucas Papademus, que não recebeu voto de eleitor algum.

No último fim de semana, a multidão também não foi convidada a votar, permanecendo nas ruas. Enquanto enfrentava a polícia, acompanhava 199 congressistas aprovarem o pacotaço contra 74 votos opostos.

Como era de se esperar, as propostas advindas do Banco Central Europeu (BCE), da Comissão Econômica Européia (CEE) e do Fundo Monetário Internacional (FMI) traziam consigo a chantagem institucional. Se o Parlamento aprovasse o pacote recessivo, o Estado grego receberia mais uma parcela de “ajuda”.

Em troca, tem de reduzir o salário mínimo em 22%, sendo o corte de 32% para os jovens com menos de 25 anos, além de eliminar mais de 150.000 postos de trabalho no serviço público. E esta “ajuda” do BCE/FMI/CEE será alocada justamente na renegociação da dívida grega com os mesmos bancos causadores da bolha que resultara na “crise” de 2008.

Como o “auxílio” vem em lotes, a cada dois ou três meses o país entra em convulsão, pois uma parcela de direitos adquiridos é cortada mediante a aprovação dos representantes políticos. Este é o sétimo lote do plano, dessa vez com 8 bilhões vindo do trio de instituições que hoje é o governo de fato da Europa.

A tragédia se dá diante dos discursos. Papandreu, líder do PASOK (ex-social democratas, similar ao PSOE espanhol) se elegeu no voto de protesto contra a direita, pegando carona no discurso da insurreição popular de 2008. Dois anos depois cai por blefar um apelo para a democracia direta na terra que a inventou.

Se a população fosse convocada a decidir, teria sobre os ombros toda a responsabilidade política, sabendo que não seguir as regras da Europa implica em sair da zona euro e dar um calote na dívida.

Bruno Lima Rocha

Related Link: http://www.estrategiaeanalise.com.br
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch

Front page

Solidarité avec Théo et toutes les victimes des violences policières ! Non à la loi « Sécurité Publique » !

Solidaridad y Defensa de las Comunidades Frente al Avance del Paramilitarismo en el Cauca

A Conservative Threat Offers New Opportunities for Working Class Feminism

De las colectivizaciones al 15M: 80 años de lucha por la autogestión en España

False hope, broken promises: Obama’s belligerent legacy

Primer encuentro feminista Solidaridad – Federación Comunista Libertaria

Devrimci Anarşist Tutsak Umut Fırat Süvarioğulları Açlık Grevinin 39 Gününde

The Fall of Aleppo

Italia - Ricostruire opposizione sociale organizzata dal basso. Costruire un progetto collettivo per l’alternativa libertaria.

Recordando a César Roa, luchador de la caña

Prison Sentence to Managing Editor of Anarchist Meydan Newspaper in Turkey

Liberación de la Uma Kiwe, autonomía y territorio: una mirada libertaria para la comprensión de la lucha nasa

Misunderstanding syndicalism

American Anarchist and Wobbly killed by Turkey while fighting ISIS in Rojava

Devlet Tecavüzdür

Attaque fasciste sur la Croix Rousse et contre la librairie libertaire la Plume Noire

Red November, Black November – An Anarchist Response to the Election

Resistance at Standing Rock

1986-2016: 30° anniversario di Alternativa Libertaria/fdca

El feminismo es cuestión de vida o muerte

International Campaign for the Freedom of Rafael Braga/Campaña Internacional por la Libertad de Rafael Braga

Sou Siklonn Matyou

¡Contra el machismo dominante Anarquismo Militante!

[Colombia] El NO se impuso, ¿qué sigue?

Grécia / Turquia / Chipre | Community struggles | pt

Sat 25 Feb, 20:43

browse text browse image

Sorry, no stories matched your search, maybe try again with different settings.
Sorry, no stories matched your search, maybe try again with different settings.
Sorry, no press releases matched your search, maybe try again with different settings.
© 2005-2017 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]