user preferences

New Events

Internacional

no event posted in the last week
Recent articles by Organizações Comunista Anarquista Europeu
This author has not submitted any other articles.
Recent Articles about Internacional Miscellaneous

Η ανάγκη της μ&... Sep 18 21 by Alexander Berkman

Reflexiones sobre la situación de Afganistán Sep 13 21 by ViaLibre

Αναρχισμός κ ... Aug 30 21 by Ερρίκο Μαλατέστα

Eleições europeias: Apenas o combate vale a pena!

category internacional | miscellaneous | comunicado de imprensa author Wednesday June 03, 2009 16:20author by Organizações Comunista Anarquista Europeu - FdCA - AL - L&S - WSM Report this post to the editors

De 4 a 7 de Junho os votantes europeus são chamados às urnas para escolher quem os irá «representar» no Parlamento europeu. Enquanto comunistas anarquistas, não pensamos que as eleições possam trazer qualquer mudança real, sendo que preferimos a democracia directa à democracia representativa. Por outras palavras, preferimos que as decisões que afectam os trabalhadores sejam tomadas pelos próprios, colectivamente. [English] [Deutsch] [Français] [Ελληνικά] [Italiano]


Eleições europeias: Apenas o combate vale a pena!


De 4 a 7 de Junho os votantes europeus são chamados às urnas para escolher quem os irá «representar» no Parlamento europeu.

Enquanto comunistas anarquistas, não pensamos que as eleições possam trazer qualquer mudança real, sendo que preferimos a democracia directa à democracia representativa. Por outras palavras, preferimos que as decisões que afectam os trabalhadores sejam tomadas pelos próprios, colectivamente.

O funcionamneto e objectivos da União Europeia são opostos a este modelo de auto-decisão e portanto aos interesses dos trabalhadores e do povo. Os seus líderes desprezam tanto o povo que - embora perguntem a nossa opinião - a única resposta permitida é a que aceita a linha política da UE, definida previamente noutra instância. A atitude da UE face à rejeição por referendo do Tratado estabelecendo a Constituição para a Europa exemplifica este facto.

Além disso, os reais líderes da UE (a Comissão Europeia, o presidente do Banco Central Europeu, etc) não estão sujeitos a qualquer controlo democrático e portanto estão ainda mais livres para defender esses interesses contra os interesses da classe trabalhadora. Isto pode ver-se com as políticas de descarada liberalização e privatização que têm sido aplicadas, na austeridade orçamental e monetária (política iniciada em Maastricht). No actual período de crise, tais políticas somente causam sofrimento às pessoas da classe trabalhadora. Não tem sido visível qualquer efeito prático no relaxamento do Pacto de Estabilidade, que impõe défices públicos muito baixos. Embora o Banco Central Europeu tenha aceite atenuar a política de austeridade monetária, fê-lo de uma maneira muito limitada, que apenas irá contribuir para o aprofundar da crise na Europa.

A União Europeia é uma máquina de guerra contra os direitos sociais e os trabalhadores, em especial contra os migrantes: o «dumping» social, o corte nos «custos do trabalho», a caça aos imigrantes, os fechos de fronteiras, a cooperação entre polícias, etc.

Portanto, a União Europeia não é uma instituição neutral cujas políticas precisam de ser «redesenhadas» - é a satisfação do poder capitalista, dedicado a servir os patrões e os banqueiros.

A eleição de novos deputados não mudará, de modo nenhum, esta situação. Apenas as lutas sociais conjuntas de todos os trabalhadores por toda a Europa, num vasto movimento social, poderão parar estas políticas e encorajar o crescimento de uma força revolucionária contra o capitalismo e suas instituições, em direcção a outra sociedade. Uma sociedade baseada nos verdadeiros ideais internacionalistas da liberdade, igualdade e solidariedade.

Federazione dei Comunisti Anarchici (Italy)
Alternative Libertaire (France)
Workers Solidarity Movement (Ireland)
Liberty and Solidarity (United Kingdom)

[tradução para português por Luta Social ]

Related Link: http://www.anarkismo.net
This page can be viewed in
English Italiano Deutsch

Front page

Reflexiones sobre la situación de Afganistán

Αυτοοργάνωση ή Χάος

South Africa: Historic rupture or warring brothers again?

Declaración Anarquista Internacional: A 85 Años De La Revolución Española. Sus Enseñanzas Y Su Legado.

Death or Renewal: Is the Climate Crisis the Final Crisis?

Gleichheit und Freiheit stehen nicht zur Debatte!

Contre la guerre au Kurdistan irakien, contre la traîtrise du PDK

Meurtre de Clément Méric : l’enjeu politique du procès en appel

Comunicado sobre el Paro Nacional y las Jornadas de Protesta en Colombia

The Broken Promises of Vietnam

Premier Mai : Un coup porté contre l’un·e d’entre nous est un coup porté contre nous tou·tes

Federasyon’a Çağırıyoruz!

Piştgirîye Daxuyanîya Çapemenî ji bo Êrîşek Hatîye li ser Xanîyê Mezopotamya

Les attaques fascistes ne nous arrêteront pas !

Les victoires de l'avenir naîtront des luttes du passé. Vive la Commune de Paris !

Contra la opresión patriarcal y la explotación capitalista: ¡Ninguna está sola!

100 Years Since the Kronstadt Uprising: To Remember Means to Fight!

El Rei està nu. La deriva autoritària de l’estat espanyol

Agroecology and Organized Anarchism: An Interview With the Anarchist Federation of Rio de Janeiro (FARJ)

Es Ley por la Lucha de Las de Abajo

Covid19 Değil Akp19 Yasakları: 14 Maddede Akp19 Krizi

Declaración conjunta internacionalista por la libertad de las y los presos politicos de la revuelta social de la región chilena

[Perú] Crónica de una vacancia anunciada o disputa interburguesa en Perú

Nigeria and the Hope of the #EndSARS Protests

© 2005-2021 Anarkismo.net. Unless otherwise stated by the author, all content is free for non-commercial reuse, reprint, and rebroadcast, on the net and elsewhere. Opinions are those of the contributors and are not necessarily endorsed by Anarkismo.net. [ Disclaimer | Privacy ]